Internacional EUA: criança acha arma do pai e mata a mãe com tiro acidental

EUA: criança acha arma do pai e mata a mãe com tiro acidental

Shamaya Lynn participava de uma chamada de vídeo de trabalho no momento em que levou um tiro na cabeça, na última 4ª

  • Internacional | Da ANSA Brasil

Shamaya Lynn participava de uma chamada de vídeo com colegas quando foi baleada

Shamaya Lynn participava de uma chamada de vídeo com colegas quando foi baleada

Reprodução / Twitter

Uma criança encontrou uma arma em sua residência e matou a própria mãe com um tiro acidental enquanto ela participava de uma chamada de vídeo na plataforma Zoom, informaram as autoridades da Flórida (EUA) nesta sexta-feira (13).

Leia também: Pior tiroteio no Reino Unido em 10 anos deixa cinco mortos

O caso ocorreu na última quarta-feira (11) no momento em que Shamaya Lynn, de 21 anos, fazia uma reunião online de trabalho. O tiro atingiu a cabeça da mulher, que caiu para trás e não resistiu ao ferimento.

Segundo a polícia de Altamonte Springs, os colegas da mulher viram a tragédia ao vivo e um deles entrou em contato com o serviço de emergência. A testemunha contou às autoridades que viu a criança e escutou um barulho.

A idade da criança não foi divulgada, mas as autoridades se referiram a ela como "toddler", termo em inglês usado para definir crianças entre um e três anos.

Lynn, que também tem outro filho pequeno, foi encontrada em seu apartamento já morta pela equipe médica. "Os investigadores determinaram que o ferimento foi causado por uma criança que encontrou uma arma carregada, deixada sem segurança por um adulto no apartamento", informou a polícia.

De acordo com os investigadores, a arma pertencia ao pai das crianças, que não ficaram feridas. Os menores estão sendo cuidados por parentes. Um inquérito foi aberto para ver se alguma acusação será feita contra o dono do revólver

Últimas