EUA e Reino Unido pretendem citar Hong Kong em reunião da ONU

A missão britânica na ONU confirmou que o Reino Unido e os EUA notificaram o Conselho de Segurança de que eles iriam levantar a questão

O Parlamento chinês aprovou legislação de segurança em meio a protestos

O Parlamento chinês aprovou legislação de segurança em meio a protestos

Danish Siddiqui/Reuters - 12.12.2019

Os Estados Unidos e o Reino Unido planejam levantar informalmente em reunião do Conselho de Segurança da ONU (Organização das Nações Unidas) nesta sexta-feira 929) a questão do plano da China de impor uma nova legislação de segurança nacional a Hong Kong, disseram diplomatas.

O Parlamento chinês aprovou na quinta-feira (28) uma decisão de avançar com a legislação que ativistas pró-democracia, diplomatas e algumas pessoas no mundo dos negócios temem comprometer o status semi-autônomo de Hong Kong e seu papel como um centro financeiro global.

A missão britânica na ONU confirmou que o Reino Unido e os EUA notificaram o Conselho de Segurança de que eles iriam levantar a questão da situação em Hong Kong a portas fechadas.

A medida ocorre depois que a China, apoiada pela Rússia, se opôs a um pedido dos EUA na quarta-feira (27) para uma reunião formal e aberta do conselho sobre Hong Kong, argumentando que era uma questão interna e não uma questão de paz e segurança internacional.

Leia mais: Hong Kong alerta EUA que anular status especial é problemático

A missão da China na ONU não respondeu imediatamente a um pedido de comentário sobre o plano dos EUA e do Reino Unido de mencionar a questão informalmente nesta sexta-feira.

O Conselho de Segurança tem se reunido digitalmente em meio à pandemia de coronavírus.