EUA enviam 3.000 soldados para reforçar tropas no Oriente Médio

Soldados devem permanecer no Oriente Médio por cerca de 60 dias e estarão espalhados pela região, com alguns no Iraque e outros no Kuwait

EUA envia 3.000 soldados para reforçar tropas no Oriente Médio

Militares foram deslocados para bases americanas já instaladas no Oriente Médio

Militares foram deslocados para bases americanas já instaladas no Oriente Médio

Reprodução/Depto. de Defesa dos EUA

Os Estados Unidos estão enviando cerca de 3.000 soldados para o Oriente Médio para reforçar as tropas que já estão na região, disseram autoridades dos EUA nesta sexta-feira (3).

Leia mais: Itamaraty estima que 150 brasileiros estão no Irã e recomenda 'cautela'

No dia 1º de janeiro, cerca de 750 militares já teriam sido deslocados para reforçar a segurança depois de uma invasão a Embaixada dos EUA em Bagdá.

A notícia do envio de mais homens para a região veio horas depois que um ataque aéreo americano matou o general Qassem Soleimani, comandante da força secreta Quds do Irã e uma das figuras mais influentes do país.

Leia também: Quem ganha e quem perde com o ataque dos EUA contra o Irã

Segundo a emissora de TV MSNBC, soldados de um batalhão do exército na cidade de Fort Bragg, na Carolina do Norte, já embarcaram e estão a caminho da região.

Segundo as agências internacionais, estes soldados devem permanecer no Oriente Médio por cerca de 60 dias e estarão espalhados por toda a região, com alguns no Iraque e outros no Kuwait.