Novo Coronavírus

Internacional EUA estudam adoção de passaporte de vacinação para viagens

EUA estudam adoção de passaporte de vacinação para viagens

País pode criar um certificado sanitário para poder retomar o turismo internacional, apesar de discordâncias internas

AFP
Imunizados nos EUA poderão
 usar documento para viajar para outros países

Imunizados nos EUA poderão usar documento para viajar para outros países

Joseph Prezioso / AFP - Arquivo

Os Estados Unidos consideram adotar um passaporte de vacinação contra covid-19 para viagens internacionais,  informou o secretário de Segurança Interna, Alejandro Mayorkas, nesta sexta-feira (28).

Leia também: Passaporte sanitário pode garantir turismo pós-pandemia

"Estamos estudando muito detidamente" a ideia de um passaporte especial para americanos vacinados contra a covid-19 que viajam de e para o exterior, disse ele ao canal de televisão ABC.

O governo do presidente Joe Biden quer "se assegurar de que os passaportes que forem oferecidos para a vacinação estejam disponíveis para todos e que ninguém fique de fora", frisou Mayorkas, cujo departamento é responsável pela Administração de Segurança nos Transportes (TSA, ma sigla em inglês).

A União Europeia está preparando o lançamento de um certificado de saúde para junho, e vários países do bloco pretendem criar um similar em nível nacional.

A ideia está causando polêmica nos Estados Unidos, onde alguns estados, como Nova York, têm seu próprio certificado, enquanto outros, como Flórida e Texas, recusam-se a implementá-lo, por considerarem que violaria os direitos fundamentais dos americanos.

Esta semana, uma congressista apoiadora do ex-presidente republicano Donald Trump gerou polêmica ao comparar o passaporte de vacinação com a estrela amarela, um símbolo da estigmatização nazista dos judeus.

Em abril, a porta-voz da Casa Branca, Jen Psaki, disse que "não haverá nenhuma exigência federal que obrigue todos a obterem um certificado de vacinação único"

Últimas