Internacional EUA interceptam barco com 104 haitianos na costa da Flórida

EUA interceptam barco com 104 haitianos na costa da Flórida

Guarda costeira do país divulgou que os migrantes estavam amontoados em um veleiro há cerca de 29 km de Miami

AFP
Barco com centena de haitianos é interceptado na costa dos Estados Unidos

Barco com centena de haitianos é interceptado na costa dos Estados Unidos

Reprodução Twitter/U.S. Coast Guard

A Guarda Costeira dos Estados Unidos interceptou no domingo (12) uma centena de migrantes haitianos amontoados em um veleiro que navegava ao largo da costa da Flórida, informou a instituição nesta segunda-feira (13).

"Tripulantes da Guarda Costeira dos Estados Unidos transferiram com segurança 104 migrantes do veleiro haitiano para o barco-patrulha Richard Etheridge", disse a mesma fonte no Twitter.

As autoridades pararam o barco no domingo, cerca de 29 quilômetros a leste da Baía de Biscayne, na costa de Miami. Um bom samaritano alertou as autoridades sobre a presença do navio, disse a Guarda Costeira em um primeiro tweet na noite de domingo.

O pequeno veleiro estava lotado de gente, segundo imagens publicadas na mesma rede social pela instituição.

“Uma vez a bordo do barco-patrulha, todos os migrantes receberam comida, água, abrigo e cuidados médicos básicos”, disse a Guarda Costeira. "Nenhum problema médico foi relatado até agora."

Leia mais: Haitiano formado no Brasil constrói casas antiterremoto no Haiti

O Haiti é o país mais pobre da América, de acordo com o Banco Mundial, com 60% da população abaixo da linha da pobreza. Em 14 de agosto, um terremoto de magnitude 7,2 devastou o sudoeste do país, matando mais de 2.200 pessoas e destruindo milhares de casas.

Essa catástrofe atingiu um Estado afetado pela insegurança crônica e grande instabilidade política, especialmente após o assassinato do presidente Jovenel Moise em 7 de julho em sua residência em Porto Príncipe.

Últimas