Era Trump

Internacional EUA: Mexicanos são maioria de imigrantes ilegais, apesar de queda

EUA: Mexicanos são maioria de imigrantes ilegais, apesar de queda

A imigração é um tema que ganhou importância desde que Trump colocou em prática ações que para reduzir a entrada de imigrantes latinos

Mexicanos são 51% dos imigrantes irregulares dos EUA

Mexicanos são 51% dos imigrantes irregulares dos EUA

Shannon Stapleton/Reuters - 20.1.2019

O México é o país que mais envia imigrantes para os Estados Unidos: cerca de 26% de todos os imigrantes que vivem nos EUA vieram do país vizinho. São pelo menos 12 milhões de pessoas nascidas em solo mexicano e que escolheram os EUA como novo lar.

No entanto, 5,4 milhões desses imigrantes, cerca de 45% do total, estão no país de forma irregular. Sendo assim, os mexicanos representam pelo menos 51% da população de imigrantes ilegais dos EUA, segundo um estudo publicado pelo Pew Research Center, em dezembro do ano passado.

Embora ainda sejam a maioria dos imigrantes, houve uma queda no fluxo migratório de pelo menos 1 milhão de de pessoas na comparação entre 2007 e 2016.

A imigração é um tema que ganhou ainda mais importância desde que Donald Trump assumiu a presidência, em 2016, colocando em prática diversas ações que para reduzir a entrada de imigrantes latinos.

Atualmente, o presidente norte-americano está envolvido em uma disputa que já paralisou diversos serviços federais em busca US$ 5,7 bilhões para financiar um muro na fronteira com o México.

Enquanto isso, as caravanas de migrantes vindos de países da América Central, como El Salvador e Honduras, continuam a chegar até o México. Com as fronteiras fechadas para a entrada dessas pessoas, o governo mexicano tenta lidar com a situação.

Número de mexicanos apreendidos na fronteira cai

Uma das políticas instituídas por Trump foi o aumento de controle e fiscalização nas áreas de fronteira com o México, porém desde 2014 a apreensão de mexicanos têm caído.

Em contrapartida, o número de prisão de imigrantes não mexicanos continua a subir. Para efeito de comparação, 130.454 de mexicanos foram apreendidos, tentando atravessar a fronteira ilegalmente, enquanto as pessoas de outras nacionalidades aprendidas somaram 180.077.

Maioria vive no país há mais de 10 anos

Cerca de 80% dos imigrantes irregulares adultos que vieram do México, vivem nos EUA há mais de 10 anos.

Enquanto isso, apenas 8% dos mexicanos irregulares vive no país há cinco anos ou menos.

A situação é muito contrastante com a de imigrantes que vieram de outros países que não o México, já que 52% do segundo grupo vive no país há mais de uma década e 28% está nos EUA há menos de cinco anos.

Últimas