Novo Coronavírus

Internacional EUA passam de 100 milhões de doses de vacinas já aplicadas

EUA passam de 100 milhões de doses de vacinas já aplicadas

Cerca de 35 milhões de pessoas já estão imunizadas com a segunda dose contra covid; promessa de Biden deve ser atingida em 10 dias

  • Internacional | Da EFE

Professores são vacinados em uma escola do estado de Massachusetts

Professores são vacinados em uma escola do estado de Massachusetts

CJ Gunther / EFE - EPA - 12.3.2021

Os Estados Unidos ultrapassaram nesta sexta-feira (12) as 100 milhões de doses de vacinas contra a covid-19 aplicadas desde dezembro e até agora imunizaram por completo 35 milhões de adultos no país mais afetado pela pandemia em todo o mundo.

Leia também: EUA discutem enviar doses da AstraZeneca para o Brasil, diz NYT

De acordo com o último relatório do Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA (CDC), até esta sexta-feira 101.128.005 doses foram administradas em todo o país das vacinas licenciadas no país, as da Pfizer, da Moderna e da Johnson & Johnson, que precisa de apenas uma aplicação para garantir imunidade.

Isso permitiu que mais de 65 milhões de adultos recebessem pelo menos uma dose, e 35 milhões já foram totalmente imunizados, ou seja, 13,5% da população dos EUA acima de 18 anos de idade, segundo o CDC.

O saldo do centro de controle inclui todas as doses administradas desde que a vacinação começou em território americano em meados de dezembro, sob o mandato do ex-presidente Donald Trump.

Promessa de Biden

Dessa forma, o marco atingido nesta sexta não representa que a promessa feita pelo novo presidente americano, Joe Biden, de que em seus primeiros 100 dias no poder seriam administradas 100 milhões de doses da vacina, ainda não tenha sido cumprida.

Desde que o atual chefe de governo tomou posse, em 20 de janeiro, mais de 81,6 milhões de frascos já foram usados, de acordo com uma contagem independente da emissora "NBC News".

De acordo com uma estimativa do presidente dos EUA anunciada nesta quinta-feira, o ritmo acelerado da vacinação no país lhe permitirá cumprir muito antes do esperado sua promessa de atingir 100 milhões de doses sob seu mandato, e previu que o fará pouco depois de chegar a 60 dias na Casa Branca, ou seja, até o próximo dia 21.

Se for mantido o ritmo atual de mais de 2 milhões de doses dadas por dia em território americano, a Casa Branca atingirá a meta no 51º dia de mandato de Biden.

Em seu primeiro discurso à nação, nesta quinta-feira, Biden ordenou aos estados de todo o país que garantissem que todos os adultos do país pudessem fazer uma marcação para os imunizantes em maio, com o objetivo de fazer com que os EUA voltassem a ter alguma semelhança de normalidade, com pequenas reuniões de grupo, até o feriado de 4 de julho.

Últimas