Era Trump
Internacional EUA: prisões de imigrantes batem recorde na fronteira com México

EUA: prisões de imigrantes batem recorde na fronteira com México

Governo estado-unidense prendeu 98.977 imigrantes ilegais na fronteira em abril, e quase 500 mil pessoas foram detidas desde outubro

EUA prendeu quase 500 mil pessoas desde outubro

EUA prendeu quase 500 mil pessoas desde outubro

Jose Luis Gonzalez/ Reuters - 7.5.2019

O governo dos Estados Unidos prendeu 98.977 imigrantes ilegais na fronteira do país com o México em abril, o número mais alto nos últimos seis meses, segundo dados do Escritório de Alfândega e Proteção de Fronteiras (CBP).

O balanço divulgado nesta quarta-feira mostra que 460.294 imigrantes foram detidas desde o início do atual ano fiscal, que começou em outubro de 2018. O número já é maior que o registrado em 2009 e representa um novo recorde de detenções na fronteira.

Segundo o CBP, do total de pessoas capturadas pelos agentes em abril, 8.897 eram menores de idade não acompanhados.

Os números também mostram que 10.167 pessoas se apresentaram nos postos oficiais de entrada nos EUA, uma pequena queda em relação às 10.888 de março e às 9.651 de fevereiro.

O presidente dos EUA, Donald Trump, declarou em fevereiro uma emergência nacional na fronteira, uma medida tomada após o Congresso negar a destinação de recursos para a construção do prometido muro na fronteira americana com o México.

A Câmara dos Representantes e o Senado aprovaram uma resolução que revertia a declaração de emergência de Trump, mas o presidente exerceu o poder de veto para manter o status na fronteira.

No início deste mês, a Human Rights Watch (HRW) denunciou a criação de centros de detenção na fronteira do Texas para imigrantes que entram no país a partir do México. No local estariam sendo instaladas tendas de campanha para recebê-los.

A ONG afirmou possuir imagens de satélite que mostram a rápida construção desses acampamentos em postos gerenciados pelos agentes da fronteira em El Paso e Donna, ambas cidades do Texas, que seriam destinados a abrigar famílias e crianças imigrantes.