Internacional EUA: Quase 1 milhão de pessoas seguem sem luz após tempestades

EUA: Quase 1 milhão de pessoas seguem sem luz após tempestades

Metade dos atingidos são do Texas, onde outras 250 mil pessoas estão sem fornecimento de água há três dias

Fort Worth, no Texas, continua debaixo de neve após tempestade de inverno

Fort Worth, no Texas, continua debaixo de neve após tempestade de inverno

Ralph Lauer / EFE - EPA - 18.2.2021

Quase um milhão de pessoas nos Estados Unidos continuam nesta quinta-feira (18), pelo terceiro dia consecutivo, sem fornecimento de energia elétrica devido a duas tempestades de inverno que avançam do sul para o nordeste do país e já causaram dezenas de mortes.

Leia também: EUA: Polícia é chamada para guardar comida descartada

De acordo com a imprensa americana, entre 30 e 40 mortes estão relacionadas às tempestades, incluindo pessoas que morreram intoxicadas pelo monóxido de carbono proveniente do uso interno de aquecedores.

A plataforma PowerOutage.us, que acompanha os cortes de energia, disse que havia pelo menos 515.137 usuários afetados pelos blecautes só no Texas na manhã desta quinta-feira.

Outros 193.456 estavam em condições semelhantes no Mississippi, 121.339 na Louisiana, 106.165 no Oregon, 68.730 no Kentucky, 63.424 na Virgínia Ocidental, 34.914 na Virgínia, 12.532 em Ohio e 10.758 na Carolina do Norte.

Mau tempo continua

A chuva gelada e a queda de neve do Texas, no sul do país, para a região da Nova Inglaterra, no nordeste, que abrange vários estados, forçaram as companhias aéreas comerciais a suspender 4.366 voos, enquanto outros 2.200 atrasaram.

Além do corte de energia, cerca de 250 mil pessoas estão sem água no Texas e cerca de 7 milhões receberam instruções de agências locais para ferver água para consumo, uma vez que as instalações de processamento de água não têm funcionado nos últimos dias devido à falta de eletricidade.

Fora do Texas, o aviso de tempestade de inverno permanece em vigor no Tennessee, com a região central do estado coberta de neve: em Nashville, a acumulação atingiu cerca de 10 centímetros e em Waynesboro, quase 15 centímetros.

Os meteorologistas estenderam o aviso meteorológico de inverno ao sul da Pensilvânia. A cidade de Pittsburgh, com 3 graus abaixo de zero ao meio-dia, se preparava para a queda de neve e chuva gelada que poderia complicar o trânsito.

Últimas