Novo Coronavírus

Internacional EUA superam a marca de 5 milhões de casos de covid-19

EUA superam a marca de 5 milhões de casos de covid-19

O país é o mais afetado pela pandemia de coronavírus; Brasil está em segundo lugar com 3.012.412 infecções, seguido pela Índia com 3.012.412

  • Internacional | Da EFE, com R7

Paciente de covid-19 é transferido para hospital em Hialeah, Flórida, EUA

Paciente de covid-19 é transferido para hospital em Hialeah, Flórida, EUA

Marco Bello / Reuters - 29.7.2020

Os Estados Unidos, país mais afetado pela pandemia de coronavírus, ultrapassou 5 milhões de casos confirmados de COVID-19 neste sábado, com 162.441 mortes, segundo contagem independente da Universidade Johns Hopkins.

Atrás dos EUA, que têm um total de 5.000.603 infecções até agora, estão o Brasil, com 3.012.412 infecções; Índia, com 2.153.010, e Rússia, com 885.718.

Os Estados Unidos também registraram o maior número de mortes do mundo, 162.441; seguido pelo Brasil, com 100.477; México, com 52.006; e o Reino Unido com 46.651.

Os estados mais afetados no país norte-americano pela pandemia são Califórnia, com 554.388 casos; Flórida, com 526.577; e Texas, com 497.632.

Quanto aos mortos, Nova York é o estado mais atingido, com 32.768 mortes; seguido por New Jersey, com 15.869; e Califórnia, com 10.316.

O número de mortos já ultrapassou o limite inferior das estimativas iniciais da Casa Branca, que projetava entre 100.000 e 240.000 mil mortes. Donald Trump, presidente dos EUA, tinha diminuído as estimativas e estava confiante que o número final seria entre 50.000 e 60.000 mortes. Depois ele aumentou a estimativa para 110.000 mortes.

O Instituto de Métricas e Avaliações de Saúde (IHME) da Universidade de Washington, cujos modelos de previsão da evolução da pandemia são frequentemente definidos pela Casa Branca, calcula que o país terá ultrapassado 250.000 mortes em 3 de novembro, data marcada para as eleições presidenciais, e terá atingido a marca de 295.000.

Últimas