Eleições EUA 2020

Internacional EUA: 'Superterça' começa a definir rumos da candidatura democrata

EUA: 'Superterça' começa a definir rumos da candidatura democrata

Com primárias em 14 estados, o Partido Democrata vai ter uma ideia mais concreta de quem será seu representante na eleição presidencial

  • Internacional | Fábio Fleury, do R7

Primárias democratas movimentam 14 estados nos EUA na chamada 'Superterça'

Primárias democratas movimentam 14 estados nos EUA na chamada 'Superterça'

Gabriela Bhaskar / Reuters - 2.3.2020

A corrida pela candidatura do Partido Democrata na eleição presidencial norte-americana vai começar a ficar mais clara a partir deste 3 de março. É neste dia que acontece a chamada "Superterça", quando eleitores de 14 estados e um território darão seus votos para os pré-candidatos.

No total, estarão em disputa 1.344 delegados, um terço dos quase 4 mil que votarão na Convenção Nacional Democrata em julho para escolher quem disputará a eleição em novembro, quase que certamente contra o presidente Donald Trump, que não deverá ter problemas para ser o indicado do Partido Republicano. Para conseguir a indicação, são necessários 1.991 delegados.

Leia também: Imigrantes naturalizados já são 10% do eleitorado nos EUA

As prioridades são os estados da Califórnia — que irá apontar 415 delegados —, Texas (228), Carolina do Norte (110) e Virginia (99). Outros estados que terão primárias são: Alabama, Arkansas, Colorado, Maine, Massachusetts, Minnesota, Oklahoma, Tennessee, Utah, Vermont e Virginia, além do território de Samoa Americana.

Os favoritos da corrida

Os dois principais destaques entre os pré-candidatos democratas até o momento terão um momento decisivo na "Superterça". Bernie Sanders, senador por Vermont, desponta como grande destaque na votação popular, enquanto o ex-vice-presidente Joe Biden tem recebido importantes apoios da cúpula democrata.

As últimas pesquisas apontam favoritismo para Sanders na Califórnia, Texas e Virgínia. Nos maiores eleitorados, Biden é o primeiro colocado apenas na Carolina do Norte. Ele foi o grande vencedor da primária da Carolina do Sul, no sábado, enquanto Sanders venceu nos três primeiros estados: Iowa, New Hampshire e Nevada.

Nos últimos dias, dois democratas retiraram seus nomes das prévias e anunciaram apoio a Biden: o ex-prefeito de South Bend (Indiana), Pete Buttigieg e Amy Klobuchar, senadora por Minnesota, deixaram a corrida.

Quem está na frente

Por enquanto, Sanders lidera as prévias com um total de 60 delegados, contra 54 de Biden. Buttigieg tinha 26 delegados e Klobuchar, 7, que agora estarão liberados para votar em quem quiserem na convenção.

Com apenas 8 delegados, a senadora Elizabeth Warren, de Massachusetts, ainda está na corrida, mas pode abrir mão da disputa se não obtiver uma votação expressiva na "Superterça".

Já o ex-prefeito de Nova York, Michael Bloomberg, corre por fora mas ainda não tem nenhum delegado, apesar de ter gastado mais de meio bilhão de dólares na campanha.

Últimas