China

Internacional EUA suspendem operações da China Telecom no país

EUA suspendem operações da China Telecom no país

Comissão que regulamenta o setor de telecomunicações citou "riscos significativos" à segurança nacional para tomar medida

  • Internacional | Do R7

Comissão que regula telecomunicações nos EUA suspendeu o registro da China Telecom

Comissão que regula telecomunicações nos EUA suspendeu o registro da China Telecom

Andrew Kelly / Reuters - Arquivo

A Comissão Federal de Comunicações (FCC) dos Estados Unidos suspendeu nesta terça-feira (27) a autorização para a subsidiária local da China Telecom operar nos Estados Unidos, citando "riscos significativos" à segurança nacional.

Leia também: China pede prudência aos Estados Unidos sobre Taiwan

A votação da FCC ordena que a China Telecom Americas, controlada por Pequim, suspenda seu serviço em 60 dias, encerrando uma operação de quase 20 anos nos Estados Unidos, o que aumenta a tensão entre as duas superpotências econômicas.

A propriedade e o controle da empresa pelo governo chinês representam riscos importantes à segurança nacional e à aplicação da lei, "ao fornecerem oportunidades para que Pequim" acesse, armazene, interrompa e/ou desvie as comunicações dos Estados Unidos, o que lhe permitiria participar de atividades de espionagem ou outras prejudiciais ao país", explicou a FCC.

A China Telecom enfrenta turbulências nos Estados Unidos há anos. Durante a Presidência de Donald Trump, a empresa foi eliminada da lista da Bolsa de Valores de Nova York, juntamente com as companhias de telecomunicações estatais China Mobile e China Unicom, após uma ordem executiva do republicano.

Os reguladores dos EUA também tomaram medidas contra outras empresas de telecomunicações chinesas. O governo Trump iniciou uma campanha agressiva em 2018 para bloquear as ambições globais da Huawei, impossibilitando a gigante tecnológica de acessar componentes-chave e proibindo a companhia de usar os serviços do sistema Android.

Últimas