Ex-presidente da Índia, Pranab Mukherjee, morre aos 84 anos

Ex-mandatário foi internado no começo do mês para fazer uma cirurgia no cérebro, mas teve complicações no pós-operatório e contraiu covid-19

Pranab Mukherjee governou a Índia entre 2012 e 2017

Pranab Mukherjee governou a Índia entre 2012 e 2017

Adnan Abidi/Reuters - 26.6.2012

O ex-presidente da Índia entre 2012 e 2017, Pranab Mukherjee, faleceu nesta segunda-feira (31) aos 84 anos. Ele tinha passado por uma cirurgia no cérebro no início do mês. No hospital, o ex-mandatário revelou que tinha contraído o novo coronavírus, sofreu complicações pulmonares e não resistiu.

“Com grande pesar, informamos que meu pai Pranab Mukherjee acaba de falecer, apesar dos melhores esforços dos médicos do hospital e das orações de pessoas em toda a Índia. Obrigado a todos”, postou seu filho, o político Abhijit Mukherjee, pelo Twitter.

O ex-presidente indiano deu entrada no Hospital Militar de Delhi em 10 de agosto para se submeter a uma cirurgia para remover um coágulo de sangue de seu cérebro.

No mesmo dia, ele mesmo anunciou nas redes sociais que nos testes anteriores à internação tinha contraído a covid-19 e pediu aos que o tinham contactado nos dias anteriores se isolassem e fizessem o teste.

Após a operação, o hospital informou que Mukherjee estava em coma profundo e a sua saúde piorou, pois ele desenvolveu uma infecção pulmonar e disfunção renal, para a qual precisou de assistência respiratória. Com tudo isso, seu quadro evoluiu para uma infecção generalizada.

Desde o dia de sua admissão, as redes sociais se voltaram para mensagens de incentivo e votos de boa sorte ao ex-presidente, pedindo sua rápida recuperação.

O presidente da Índia, Ram Nath Kovind, foi um dos primeiros a transmitir condolências à família de seu antecessor e a destacar o importante legado que Mukherjee deixou na história indiana.

"Seu desaparecimento marca o fim de uma era. Um colosso da vida pública, ele serviu à Mãe Índia com o espírito de um sábio. A nação está de luto pela perda de um de seus filhos favoritos. Condolências a sua família, amigos e todos os cidadãos", disse Kovind em sua conta oficial no Twitter.

Uma vida dedicada à política

Mukherjee nasceu em 1935 em uma família de classe média na região de Bengala, no nordeste da Índia, e serviu como professor e jornalista antes de decidir entrar na política no partido socialista e secular do Congresso da dinastia Nehru-Gandhi.

Desde 1969, data de sua entrada no Parlamento, Mukherjee fez quase tudo, seja à frente, sucessivamente, dos Ministérios das Relações Exteriores, da Fazenda ou da Defesa, seja decidindo os planos econômicos do país na Comissão de Planejamento.

Suas cinco décadas de experiência lhe renderam o respeito e o reconhecimento dos principais partidos da oposição, embora sua gestão tenha gerado polêmica devido ao suposto relacionamento com o importante grupo industrial indiano Reliance.

Os que o conheceram destacam o seu intelecto, a sua mente ativa e a capacidade de trabalho, o que ele mesmo confirmou ao assegurar que mal conseguia arranjar tempo para a família - dois filhos e uma filha - e que muitas vezes se limitava a dar um beijo de boa noite.

Em 25 de julho de 2012, aos 76 anos, foi eleito o décimo terceiro presidente da Índia, cargo formal e sem funções executivas de acordo com a Constituição do país.

Mukherjee serviu nesta função entre viagens diplomáticas a vários países do Rashtrapati Bhavan Palace, uma residência da era imperial britânica com 340 quartos localizada no alto das colinas de Raisina em Delhi.

Depois de zelar pela saúde dos "vibrantes" por cinco anos - como ele mesmo definiu em declarações à Efe em uma ocasião - a democracia indiana, ele foi sucedido por Ram Nath Kovind, um membro da comunidade Dalit marginalizada ou "intocável", que ocupa o posição simbólica desde 25 de julho de 2017.

Naquela época, decidiu se afastar da vida política devido a algumas complicações de saúde decorrentes de sua idade avançada, embora continuasse a aparecer esporadicamente em eventos e a participar da vida pública.