Internacional Expectativa de vida dos brasileiros chega a 74 anos

Expectativa de vida dos brasileiros chega a 74 anos

Rio de Janeiro, 29 nov (EFE).- A expectativa de vida dos brasileiros que nasceram em 2011 é de 74,08 anos (74 anos e 29 dias), o que representa um aumento de 3,65 anos (três anos, sete meses e 24 dias) em relação à dos nascidos no ano 2000, que é de 70,4 anos, informou nesta quinta-feira o governo. Segundo os cálculos divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE), entre 2010 e 2011, a expectativa de vida dos brasileiros aumentou 0,31 anos, ou seja, três meses e 22 dias, número que se mostra pouco abaixo da média de crescimento anual dos últimos 11 anos, três meses e 29 dias. No entanto, o aumento da expectativa de vida nos últimos 11 anos é maior para os homens (3,8 anos) do que para as mulheres (3,4 anos). Apesar disso, os homens que nasceram no Brasil em 2011 possuem uma expectativa média de vida de 70,6 anos, enquanto a média entre as mulheres se situa em 77,7 anos. Os cálculos levaram em conta os dados demográficos recolhidos pelo Censo de 2010, as taxas de mortalidade infantil e os registros oficiais sobre mortes, tanto por sexo como por idade. Segundo o IBGE, a taxa de mortalidade infantil no Brasil em 2011 foi de 16,1 bebês (de até um ano) para cada mil nascidos vivos, praticamente a metade da registrada no ano 2000, de 30,1, e um quarto da medida em 1980, quando a taxa era de 69,1. Em 2010, a taxa de mortalidade entre os menores de 5 anos ficou em 19,4 para cada mil nascidos vivos, um número que atende o quarto dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio das Nações Unidas, que previa uma redução de dois terços da taxa de mortalidade dos menores de 5 anos entre 1990 e 2015. Em 1990, a taxa brasileira era de 59,6 mortes para cada mil crianças nascidos vivos, enquanto a meta era reduzi-la em 19,9 até 2015. EFE cm/fk