Estados Unidos

Internacional Família de brasileira desaparecida nos EUA acredita que ela está morta

Família de brasileira desaparecida nos EUA acredita que ela está morta

Ana Paula está desaparecida desde 29 de janeiro. A polícia de Los Angeles encontrou o corpo de uma mulher com as mesmas características da jovem

  • Internacional | Ana Clara Arantes, do R7

Família acredita que corpo encontrado em Los Angeles é de Ana Paula

Família acredita que corpo encontrado em Los Angeles é de Ana Paula

Reprodução/Instagram

A família e amigos de Ana Paula Braga, 23, brasileira que está desaparecida em Los Angeles (EUA) desde o final de janeiro, acreditam que a jovem esteja morta. A mídia local divulgou a informação de que o Departamento de Polícia de Los Angeles encontrou, no dia 14 de fevereiro, o corpo de uma mulher com características semelhantes ao da brasileira.

Ana Paula vive há mais de um ano no EUA. Ela saiu de Minas Gerais e atualmente vive em Los Angeles, Califórnia. A família e amigos da jovem não têm notícia sua desde 29 de janeiro, quando sua mãe, Delma Félix, falou com ela pela última vez.  Ela trabalha como motorista de aplicativo particular e seu carro também sumiu.

De acordo com uma amiga íntima da jovem, a notícia sobre o corpo encontrado há uma semana não foi passada aos familiares e amigos. Eles só ficaram sabendo pelo veículo de comunicação americano que divulgou o caso.

A polícia, no entanto, ainda não confirmou a identidade da vítima. Apesar disso, a mãe de Ana Paula já está se mobilizando para conseguir trazer o corpo da filha para o Brasil. Ela já divulgou pedidos de ajuda financeira e com a burocracia.

Brasileira dividia apartamento com amigo

De acordo com Delma, elas se falavam todos os dias. Conhecidos de Ana Paula que vivem nos EUA começaram a ficar preocupados quando não conseguiram mais contato com a amiga.

Eles contaram que ela dividia apartamento com um amigo, mas que depois de uma briga entre eles, Ana Paula se mudou para outro local que passou a dividir com um homem.

Os amigos relatam que a jovem comentou sobre a agressividade do novo companheiro de moradia e que tinha medo dele. Ela, inclusive, enviou uma foto da identidade dele para seus contatos mais próximos.

Amigos de Ana Paula abriram Boletim de Ocorrência na polícia local, que investiga o caso.

Últimas