Internacional Família processa aplicativo de investimentos após morte de filho

Família processa aplicativo de investimentos após morte de filho

Alex Kearns, de 20 anos, recebeu por engano alerta da empresa Robinhood informando que ele devia R$ 3,9 milhões

  • Internacional | Do R7

Pais de um homem que se matou abrem um processo contra o aplicativo de comércio Robinhood

Pais de um homem que se matou abrem um processo contra o aplicativo de comércio Robinhood

Reprodução/CBS

Os pais de Alex Kearns estão movendo uma ação contra o aplicativo de investimentos Robinhood, após seu filho tirar a própria vida por acreditar, erroneamente, dever US$ 730 mil, o equivalente a R$ 3,9 milhões. No processo, movido na Califórnia (EUA), Dan e Dorothy Kearns alegam que seu filho não conseguiu qualquer ajuda do serviço de apoio aos clientes da empresa antes de morrer.

"Eles não fornecem nenhum mecanismo através de uma chamada telefônica, através do serviço de e-mail ao vivo, para obter respostas ao vivo às perguntas", explicou um advogado da família à rede CBS.

Alex Kearns começou a se aventurar no aplicativo, que diz ter ‘uma missão para democratizar as finanças’, antes mesmo de deixar o ensino médio. No dia 11 de junho de 2020, no entanto, o jovem recebeu um email informando que sua conta estava com um débito de 730 mil dólares. No dia seguinte, um email automatizado foi enviado pela empresa cobrando ‘ações imediatas’ para que um débito de US$ 170 mil dólares, aproximadamente R$ 912 mil fosse quitado rapidamente.

Depois de pedir várias vezes por ajuda e orientação ao atendimento ao cliente para entender a dívida, Alex se matou. Segundo a família Kearns, no dia seguinte à tragédia, o Robinhood, esclareceu que as restrições comerciais na conta haviam sido suspensas e o débito coberto por outros investimentos de sua caderneta de aplicações.

Em uma declaração à BBC, Robinhood disse que eles fizeram melhorias em sua ‘oferta de opções’ e passaram a oferecer materiais educacionais e requisitos de experiência de investimentos revisados aos seus clientes.

"No início de dezembro, também adicionamos suporte de voz ao vivo para clientes com uma posição de opções abertas ou expiração recente, e planejamos expandir para outros casos de uso", disse um porta-voz. "Também mudamos nosso protocolo para escalar clientes que nos enviam e-mails para ajudar com exercícios e tarefas antecipadas”, completou.

Últimas