Novo Coronavírus

Internacional Flórida supera 300 mil casos de infecção pelo novo coronavírus

Flórida supera 300 mil casos de infecção pelo novo coronavírus

Nas últimas 24 horas foram registradas mais de 10 mil infecções. Recorde de contágios foi batido no domingo, com mais de 15 mil casos

Flórida passa dos 300 mil casos de covid

Flórida passa dos 300 mil casos de covid

Maria Alejandra Cardona/Reuters - 14.7.2020

O estado da Flórida, nos Estados Unidos, registrou nesta quarta-feira (15) mais 10.181 casos de infecção pelo novo coronavírus, o que elevou o total desde o início da pandemia para 301.810, segundo dados divulgados pelo Departamento de Saúde regional.

Além disso, foram contabilizadas 112 mortes nas 24 horas anteriores a divulgação do boletim, o que fez a quantidade geral subir para 4.521.

Os números apresentados hoje estão abaixo dos recordes recentes de contágio, que é de 15.300, do último domingo, e o de óbitos, que é de 132, registrado ontem.

No condado de Miami-Dade, cuja cidade mais importante é Miami, foram 2.514 casos, o que elevou o total para 72.317. Em Broward e Palm Beach, respectivamente foram contabilizados mais 1.339 e 509 casos, respectivamente.

As três sub-regiões, com isso, concentram mais de um terço das infecções e mais da metade das mortes por Covid-19 em toda a Flórida.

Desde 1º de março, o estado teve 19.334 internações decorrentes da doença provocada pelo novo coronavírus, de acordo com o Departamento de Saúde regional, que não informa a quantidade de pessoas hospitalizadas por dia.

A Agência de Administração de Atenção à Saúde da Flórida, no entanto, aponta que apenas 16,24% das vagas de UTI do estado estão livres atualmente.

A situação mais crítica neste sentido é a de Broward, em que apenas 7,34% dos leitos de unidades de terapia intensiva estão vagos. Em Miami-Dade o índice é de 14,17%, e em Palm Beach de 26,16%.

Divergências estatísticas

A emissora de televisão Local10 veiculou uma reportagem sobre problema nos dados repassados ao governo da Flórida, já que alguns laboratórios de análises não estão informando os resultados negativos de testes, o que afetaria a porcentagem de positivos por exames realizados.

O Departamento de Saúde da Flórida confirmou ao canal local a detecção de conduta irregular por parte de alguns laboratórios e que medidas seriam tomadas, para que não fosse afetada a "transparência e a integridade" dos dados apresentados.

Últimas