Coronavírus

Internacional França: 14 mil pessoas são multadas por furar toque de recolher

França: 14 mil pessoas são multadas por furar toque de recolher

Outras 10 mil multas foram entregues àqueles que não usaram máscaras. Governo pode estudar novas medidas de restrição

  • Internacional | Da EFE

França dá multas por descumprimento de medidas de restrição

França dá multas por descumprimento de medidas de restrição

Ian Langsdon/EFE/EPA - 26.10.2020

As forças de ordem da França impuseram 14.620 multas pelo descumprimento do toque de recolher obrigatório, que começou no último dia 17 e foi estendido uma semana depois para 46 milhões de pessoas entre 21h e 6h.

O número foi anunciado nesta terça-feira (27) pelo ministro do Interior, Gérald Darmanin, em entrevista à emissora France Inter, onde considerou que o toque de recolher "é muito bem respeitado", e lembrou que são 12 mil policiais e gendarmes tratando desta questão.

Ele também explicou que fora impostas mais de 10 mil multas pelo não uso de máscaras, onde é obrigatório.

Darmanin participa hoje de um Conselho de Defesa convocado pelo presidente francês Emmanuel Macron, para avaliar o funcionamento das últimas restrições para conter os casos do novo coronavírus e a implementação de novas medidas.

Quando questionado se um confinamento será considerado, respondeu que se tratar de algo que está sendo feito em outros locais, como Irlanda, País de Gales e Madri, e que o impacto econômico deve ser tido em consideração, mas também a pressão de pacientes com covid-19 em hospitais.

Nos últimos dias, houve uma escalada exponencial de novas infecções na França e no domingo foram notificados mais de 50 mil casos em 24 horas.

As infecções relatadas caíram para 26.771, mas deve ser levado em conta que se deve principalmente aos testes realizados no domingo, que foram muito menos numerosos.

Segundo a Comitê Científico que assessora o governo, os casos reais rondam os 100 mil diários.

Últimas