Internacional França: Marine Le Pen pede a Hollande novas eleições nacionais

França: Marine Le Pen pede a Hollande novas eleições nacionais

Pela primeira vez na história, Frente Nacional lidera eleição nacional e supera 20% dos votos

França: Marine Le Pen pede a Hollande novas eleições nacionais

Candidata da extrema direita francesa, Marine Le Pen

Candidata da extrema direita francesa, Marine Le Pen

PIERRE ANDRIEU/AFP

Depois de ganhar as eleições europeias na França, a presidente da Frente Nacional (extrema direita francesa), Marine Le Pen, pediu ao presidente socialista François Hollande "novas eleições" nacionais.

— O que ele pode fazer, além de se voltar justamente para o povo, instaurar o (voto) proporcional para que cada francês seja representado na Assembleia Nacional e organizar novas eleições?

"O que mais o presidente da República pode fazer frente a uma reprovação tão gritante quanto essa que acaba de ser expressa pelos franceses?", insistiu Marine.

Vietnamita põe fogo em si mesma

Para a presidente da FN, "não se pode trair seu próprio povo impunemente, ser surdo e cego às suas reivindicações, ou então estamos em um sistema que não tem mais nada a ver com um sistema democrático".

As próximas legislativas na França estão previstas para 2017.

A ultradireitista FN teve uma vitória histórica nas eleições europeias na França, conquistando entre 24% e 25% dos votos, à frente do partido de direita UMP (20% a 21%), segundo estimativas de cinco institutos de pesquisa.

Estado americano reativa cadeiras elétricas

Na terceira posição, o Partido Socialista, do governo, obteve entre 14% e 15% dos votos, sofrendo uma nova derrota eleitoral, após a das eleições municipais de março.

Essa é a primeira vez que a Frente Nacional lidera uma eleição nacional e supera 20% dos votos.

Segundo uma estimativa, a FN obteria entre 23 e 25 cadeiras no Parlamento Europeu; a UMP, entre 18 e 21; e o PS, 13.