Coronavírus

Internacional França vai reabrir baladas depois de 16 meses de fechamento

França vai reabrir baladas depois de 16 meses de fechamento

Capacidade dos clubes será limitada a 75% e será necessário um comprovante de vacinação ou teste negativo para entrar

França reabrirá baladas depois de 16 meses

França reabrirá baladas depois de 16 meses

Pixabay

A França vai reabrir suas boates nesta sexta-feira (9) após cerca de 16 meses de fechamento, embora as autoridades avisem que continuarão atentas a um eventual aumento de casos covid-19 no país, onde a variante Delta está ganhando terreno.

Embora a reabertura ofereça um alívio para os proprietários, a capacidade será limitada a 75% e será necessário um comprovante de vacinação ou um teste negativo recente para entrar.

O uso de máscaras também será recomendado, mas não obrigatório.

"É um alívio poder abrir, mesmo que não seja 100%", disse Martin Munier, gerente do clube Sacré no centro de Paris, à AFP.

No entanto, a maioria dos clubes permanecerá fechada, visto que, em face das condições rígidas, muitos preferem continuar coletando ajuda do governo enquanto esperam para saber como a variante Delta irá evoluir.

"Esta é uma reabertura para 30% dos clubes, porque 70% não podiam aplicar os estritos protocolos sanitários", disse o ministro da Saúde, Olivier Véran, à rádio France Inter.

"Continuaremos muito atentos e, obviamente, se tivermos de recuar porque as coisas vão mal, faremos o que for necessário", acrescentou.

Véran destacou que os casos de infecções pela variante Delta já representam quase 50% do total registrado em todo o país, e "em breve serão a maioria, provavelmente neste fim de semana".

O presidente Emmanuel Macron presidirá na segunda-feira um Conselho de Defesa de saúde excepcional, no qual serão abordados os avanços dessa variante que surgiu na Índia e a campanha de vacinação, entre outros assuntos.

Mais tarde, ele falará ao país em um discurso no horário nobre da televisão, anunciou o Palácio do Eliseu, sem dar mais detalhes.

Últimas