Internacional Fuga de leopardos causa pânico em parque na China

Fuga de leopardos causa pânico em parque na China

Notícia de que grandes felinos escaparam foi mantida em segredo por 3 semanas; 5 pessoas foram presas e caso será investigado

Autoridades esconderam fuga de felinos por três semanas

Autoridades esconderam fuga de felinos por três semanas

STR/AFP - 9.5.2021

Os trabalhos de busca continuavam nesta segunda-feira (10) no leste da China para encontrar um dos três leopardos que fugiram de um parque de animais selvagens.

A notícia da fuga foi guardada em segredo por quase três semanas pelas autoridades do parque, que temiam a publicidade ruim.

Moradores de Hangzhou, uma grande cidade a cerca de 160 quilômetros a sudoeste de Xangai, viram um felino solto na quinta-feira. Alguns pensaram que o animal poderia ter escapado de um zoológico próximo.

Em um primeiro momento, o Hangzhou Animal Park, que abriga animais da savana, negou qualquer responsabilidade até que, no sábado, anunciou um fechamento temporário do estabelecimento por "razões de segurança".

Nesta segunda, a polícia revelou que os animais escaparam há quase três semanas, quando o pessoal que limpava o recinto dos leopardos em 19 de abril descumpriu as normas de segurança. Os responsáveis pelo parque decidiram ocultar o ocorrido.

Também hoje, as autoridades locais anunciaram a prisão de cinco pessoas, incluindo o diretor do zoológico, Zhang Dequan. Foi aberta uma investigação sobre o caso.

Zhang "achou que, se anunciasse [a fuga], ou se informasse as autoridades, isso afetaria gravemente o número de visitantes do Primeiro de Maio. Por isso, decidiu omitir o ocorrido e fazer uma busca de modo privado dos animais", explicou Fei Yuezhong, um alto funcionário do departamento de polícia de Hangzhou.

De acordo com a imprensa chinesa, dois leopardos foram capturados no fim de semana, mas o terceiro ainda estava sendo procurado nesta segunda-feira com a mobilização de diferentes recursos, inclusive aéreos.

Os vídeos da captura de um dos felinos, que parece quase adulto, em que uma matilha de pelo menos cinco cães é vista abusando do animal, deflagraram uma onda de críticas. 

Outro vídeo da televisão estatal chinesa divulgado no fim de semana parece mostrar um dos leopardos capturados sem uma perna. O ferimento parecia recente e não estava enfaixado.

Os parques de animais da China são alvo de críticas recorrentes pelas condições de vida dos animais, assim como por incidentes fatais, devido a questões de segurança.

Últimas