Internacional Furacão Ida sobe para categoria 4 nos Estados Unidos

Furacão Ida sobe para categoria 4 nos Estados Unidos

Com previsões de ventos de até 210 km/h, o fenômeno se move para a região de Nova Orleans; muitos moradores deixaram área 

Fenômeno se move para a região de Nova Orleans

Fenômeno se move para a região de Nova Orleans

HANDOUT / NOAA/GOES / AFP - 28.08.2021

O Serviço Nacional de Meteorologia dos Estados Unidos informou neste domingo (29) que o furacão Ida subiu para categoria 4. Com previsões de ventos de até 210 km/h, o fenômeno se move para a região de Nova Orleans.

"Espera-se que o Ida seja um grande furacão extremamente perigoso quando se aproximar da costa norte do Golfo no domingo", disse o NHC (Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos), acrescentando que os preparativos para a tempestade devem "acelerar".

Em Nova Orleans, a prefeita LaToya Cantrell alertou os moradores para levar Ida muito a sério. "O tempo não está do nosso lado", disse ela em entrevista coletiva neste sábado. "Está crescendo rapidamente, está se intensificando."

O sul da Louisiana se preparava para grandes danos e inundações, com previsão de chuvas de até 50 centímetros em alguns lugares, enquanto a tempestade se intensifica no Golfo após atingir o oeste de Cuba. As autoridades alertaram para possíveis e longas interrupções de energia.

No final da manhã de sábado (28), o Ida tinha ventos máximos de 135 km/h e se movia a 25 km/h, disse o NHC. Cantrell já havia alertado os moradores da chamada "área de proteção contra furacões" da cidade a se abrigarem. "Não queremos pessoas na estrada e, portanto, em maior perigo", disse ela na última sexta-feira (27).

Domingo marca o 16º aniversário do Katrina, o furacão devastador que inundou 80% de Nova Orleans, deixando 1.800 mortos e bilhões de dólares em danos. Desde então, a cidade fortaleceu substancialmente seu sistema de diques de proteção.

Cantrell disse que para evitar o caos que se seguiu ao Katrina, com milhares de pessoas presas pelas enchentes, a cidade alugou 125 ônibus para evacuações pós-tempestade. Ontem, havia tráfego intenso nas estradas de saída.

O Serviço Nacional de Meteorologia dos EUA está prevendo o que chamou de uma "onda de tempestades potencialmente mortal" quando o furacão atingir a costa da Louisiana e do Mississippi, alertando sobre "danos catastróficos por ventos".

Últimas