Protestos contra o racismo

Internacional Governador da Pensilvânia envia guarda nacional para Filadélfia

Governador da Pensilvânia envia guarda nacional para Filadélfia

Durante a nova onda de protestos vários comércios e lojas foram saqueados e destruídos, um veículo foi incendiado e 12 policiais ficaram feridos

  • Internacional | Do R7

Manifestantes saquearam diversos comércios durante a onda de protestos

Manifestantes saquearam diversos comércios durante a onda de protestos

David 'Dee' Delgado/ Reuters/ 27.10.2020

O gabinete do governador da Pensilvânia, Tom Wolf confirmou que irá enviar a Guarda Nacional para a Filadélfia. A região registrou protestos após a polícia matar um homem negro armado com uma faca. Walter Wallace Jr. não resistiu aos ferimentos.

Após o incidente a cidade se prepara - por precaução - para mais agitação após a morte de Walter Wallace Jr., e a tensão aumenta já que faltam poucos dias para a eleição presidencial.

O caso mobilizou a vizinhança onde Wallace Jr. foi morto. Na ocasião, sua mãe tentava impedí-lo de ir em direção à polícia, com a faca. Mas a polícia disparou contra ele e tudo ficou gravado na câmera corporal do policial. Segundo a família, o homem de 27 anos estava passando por problemas de saúde mental.

Os vizinhos defendem que a polícia deveria ter usado uma arma não letal contra o rapaz. Durante os protestos, além dos saques um veículo da polícia foi incendiado e 12 policiais ficaram feridos.

As autoridades disseram anteriormente que, se a Guarda fosse enviada, sua função principal seria se posicionar nas áreas externas das empresas para protegê-las. A Guarda Nacional foi implantada nesta primavera em distritos comerciais e outros locais, incluindo o Edifício de Serviços Municipais.

Últimas