Novo Coronavírus

Internacional Governador rebate prefeito de Nova York sobre fechamento de escolas

Governador rebate prefeito de Nova York sobre fechamento de escolas

'Decisão é minha', disse Andrew Cuomo horas depois de líder da metrópole, Bill de Blasio anunciar cancelamento do ano letivo

  • Internacional | Da EFE

Governador do estado de Nova York, Andrew Cuomo

Governador do estado de Nova York, Andrew Cuomo

Mike Groll / Governo de Nova York via EPA - EFE - 25.3.2020

O governador de Nova York, Andrew Cuomo, rebateu um anúncio feito neste sábado pelo prefeito da metrópole homônima, Bill de Blasio, de que as escolas públicas localizadas na cidade ficarão fechadas até o final do ano letivo local, nas últimas semanas de junho, e disse que a decisão cabe a ele legalmente.

"É minha autoridade legal tomar tal decisão", declarou Cuomo em entrevista coletiva realizada duas horas após o anúncio de De Blasio sobre a medida, que visa evitar a propagação do novo coronavírus.

Cuomo disse que, se tomar essa decisão, ela será feita de forma coordenada para todo o estado, e não apenas para a cidade de Nova York, como ocorreu quando o fechamento temporário das escolas foi anunciado em 15 de março.

Críticas à reabertura do comércio

Cuomo também criticou as garantias de De Blasio — que assim como ele é membro do Partido Democrata e opositor do presidente Donald Trump — de que está considerando reabrir estabelecimentos comerciais na metrópole em maio.

"Não entendo como vai reabrir os negócios em maio, mas manter as escolas fechadas", afirmou.

"Você não pode dizer às pessoas 'acho que você vai voltar ao trabalho, mas as escolas vão continuar fechadas, então descubra o que fazer com seus filhos o dia todo", acrescentou.

Últimas