Internacional Governo britânico se desculpa por arquivo achado em ponto de ônibus

Governo britânico se desculpa por arquivo achado em ponto de ônibus

Ministério da Defesa confirmou ao Parlamento que documentos secretos mostram movimentação de navio no Mar Negro

AFP
Documentos mostram movimentações do navio HMS Defender, segundo governo britânico

Documentos mostram movimentações do navio HMS Defender, segundo governo britânico

Irakli Gedenidze / Embaixada britânica na Georgia via AFP - 26.6.2021

O ministério da Defesa do Reino Unido se desculpou nesta segunda-feira (28), depois que foram encontrados em um ponto de ônibus documentos secretos sobre os movimentos de um navio de guerra da Marinha Real no mar Negro.

Leia também: Documentos da Marinha britânica são achados em ponto de ônibus

O secretário de Estado de Defesa, Jeremy Quin, afirmou ao Parlamento que o Executivo "lamenta profundamente" o erro, que atribuiu a um alto funcionário do ministério.

Um dos documentos, encontrado na terça-feira passada após uma parada de ônibus no sudeste da Inglaterra por um cidadão que o entregou à BBC, estava marcado como "secreto".

A BBC informou no domingo que no documento se analisava a possível resposta russa à passagem do "HMS Defender" da Royal Navy por águas ucranianas ao largo da Crimeia.

Na semana passada, a Rússia disse que disparou contra o destróier por violar suas águas territoriais, aumentando ainda mais a tensão entre os laços diplomáticos de Londres e Moscou. 

Quin afirmou aos deputados que os documentos extraviados estavam de volta ao ministério e que, à espera de uma investigação, o acesso do responsável foi suspenso para todo o material sensível.

Entre os documentos também havia planos sobre uma possível continuidade da presença militar britânica no Afeganistão após o fim das operações da Otan lideradas pelos Estados Unidos no final deste ano.

Os aliados do Reino Unido, incluindo Washington, foram informados do incidente, afirmou Quin.

Últimas