Crise na Venezuela
Internacional Guaidó participará de 1º evento após se autoproclamar presidente

Guaidó participará de 1º evento após se autoproclamar presidente

Líder da oposição vai se encontrar com deputados, porém local não será divulgado. Este é primeiro evento público que ele comparece em dois dias

Guaidó comparece à primeiro evento público

Guaidó comparece à primeiro evento público

REUTERS/Carlos Garcia Rawlins 25.01.2019

O chefe da Assembleia Nacional da Venezuela, Juan Guaidó, participará nesta sexta-feira (25) de um evento público com deputados em uma praça no leste de Caracas, a primeira aparição pública depois da autoproclamação como presidente do país.

Desde o anúncio de que assumia de forma interina a presidência da Venezuela há dois dias, Guaidó só fez declarações pelas redes sociais para agradecer pelo apoio recebido. Fontes próximas a ele confirmaram à Agencia Efe que ele estava bem, mas que sua localização seria mantida em segredo.

Pouco antes de Guaidó ter feito o anúncio e afirmar que a Assembleia Nacional considera que Nicolás Madura "usurpa" a presidência, o Tribunal Supremo de Justiça pediu que o Ministério Público atuasse contra os deputados opositores.

O TSJ ainda afirmou que as decisões da Assembleia Nacional não tem validade, já que o órgão, controlado por críticos do chavismo, foi considerado como sem funções pelo Judiciário em 2016.

Guaidó chegou a ser detido pelo Serviço Bolivariano de Inteligência (Sebin) pouco depois de afirmar que tinha plenas condições constitucionais para assumir a presidência no lugar de Maduro. A prisão ocorreu dez dias antes da autoproclamação do deputado como chefe do Executivo venezuelano.

O anúncio de Guaidó foi imediatamente apoiado por vários países, entre eles os Estados Unidos, o Brasil e quase todos os que integram o chamado Grupo de Lima.