Guarda Revolucionária: revide dos EUA terá resposta 'esmagadora'

Segundo o grupo iraniano, ataque a mísseis contra a base militar de Al Asad é o primeiro passo da "dura vingança" pelo assassinato do general Soleimani

Donald Trump diz que, por enquanto, está tudo bem

Donald Trump diz que, por enquanto, está tudo bem

Tom Brenner/Reuters - 3.1.2020

A Guarda Revolucionária do Irã informou nesta terça-feira (7) que o ataque a mísseis contra a base militar de Al Asad, situada no oeste do Iraque e onde estão abrigadas tropas dos Estados Unidos, é o primeiro passo da "dura vingança" pelo assassinato do general Qasem Soleimani.

"Ao Grande Satanás, o regime cruel e arrogante dos Estados Unidos, advertimos que qualquer outra maldade, violação ou outras medidas enfrentarão uma resposta mais dolorosa e esmagadora", diz o comunicado divulgado no site da Guarda Revolucionária.

Reação americana

Pelo Twitter, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou que está sendo feita uma avaliação das vítimas e dos danos ocorridos.

"Por enquanto, tudo bem! Temos, de longe, as forças armadas mais poderosas e bem equipadas do mundo! Farei uma declaração amanhã de manhã".

A Casa Branca já havia informado que não haveria, nesta terça-feira, declarações adicionais escritas sobre o ataque a mísseis promovidos pelas forças iranianas a bases dos Estados Unidos no Iraque.