Terror na Europa

Hamas condena atentado contra 'Charlie Hebdo'

Por meio de nota, movimento palestino que controla a Faixa de Gaza criticou o ataque

Hamas condena atentado contra o 'Charlie Hebdo'

Texto foi divulgado pela imprensa israelense

Texto foi divulgado pela imprensa israelense

AP

Por meio de um comunicado, o Hamas, movimento palestino que controla a Faixa de Gaza, criticou o atentado contra o jornal satírico francês "Charlie Hebdo", que deixou 12 pessoas mortas na última quarta-feira (7).

— O Hamas condena o ataque contra o 'Charlie Hebdo' e insiste em defender que a diferença de opiniões e pensamentos não pode justificar um homicídio.

O texto foi divulgado pela imprensa israelense.

Há mais de 20 anos, capas e charges controversas do Charlie Hebdo causam revolta e polêmica

Assustados, pedestres se protegem de tiros após ataque a revista francesa. Assista ao vídeo