Hiroshima e Nagasaki marcam 75 anos de tragédia atômica

Esses ataques permanecem como os únicos feitos com bombas nucleares na história

    • Internacional
    • por
      BBC NEWS BRASIL

BBC

Em 1945, Estados Unidos e Japão se enfrentavam na Guerra do Pacífico, um dos principais cenários de combates da Segunda Guerra Mundial.

Em 26 de julho daquele ano, o presidente dos EUA, Harry Truman deu um ultimato aos japoneses exigindo rendição incondicional.

E ele alertava que caso insistissem em levar adiante os confrontos, o Japão seria submetido a uma destruição rápida e absoluta.

A mensagem de Truman não mencionava o uso de armas nucleares, entretanto, esse tipo de armamento já fazia parte do arsenal americano e poderia ser utilizado para decidir o conflito a favor das tropas aliadas.

Nos dias 6 e 9 de agosto de 1945, aviões americanos lançaram bombas atômicas sobre as cidades japonesas de Hiroshima e Nagasaki. As explosões provocaram vasta destruição e mataram milhares de japoneses.

As razões que levaram os EUA a utilizarem um ataque nuclear ainda são objeto de debate, e as consequências são evidentes até hoje.

Esses ataques permanecem como os únicos feitos com bombas nucleares na história.

Realizaram os dois únicos ataques com bombas nucleares da história, no Japão. As consequências duram até hoje.