Estado Islâmico
Internacional Homem faz reféns dentro de supermercado na França

Homem faz reféns dentro de supermercado na França

Crime acontece na cidade de Trèbes e pelo menos três pessoas morreram. Homem pede libertação de terrorista responsável por ataques a Paris e Saint-Denis

Ataque terrorista na França

Homem alega fazer parte do Daesh

Homem alega fazer parte do Daesh

La Vie a Trebes/Reuters - 23.03.2018

Um homem entrou em um supermercado e fez clientes de reféns na cidade de Trèbes, a 100 km de Toulouse, no sul da França, na manhã desta sexta-feira (23). Pelo menos três pessoas morreram e outras duas estão feriadas, segundo publicações locais. 

De acordo com o canal de TV local BFM, duas pessoas foram mortas dentro do supermercado. Uma terceira pessoa teria sido morta em Caucassone, cidade próxima a Trèbes, com um tiro na cabeça, informou o jornal francês Le Figaro.

O suspeito, a priori, alegou fazer parte do grupo terrorista Daesh. O jornal francês Le Figaro e o canal de TV local BFM dizem que o seqüestrador fez reivindicações, exigindo a libertação de Salah Abdeslam, o único sobrevivente do grupo por trás dos ataques terroristas em Paris e Saint-Denis em 2015, atualmente considerado o preso mais perigoso da França.

O sequestrador também seria conhecido pelos serviços de inteligência franceses.

Jornais franceses informam que o sequestrador está sozinho com um policial no supermercado. O tenente teria sido trocado por um dos reféns. Mais cedo, jornais locais informavam que oito pessoas estavam sendo mantidas reféns.

Falando desde Bruxelas, onde participa da Cúpula da União Europeia, o presidente francês, Emmanuel Macron, expressou sua preocupação com a situação em Trèbes e informou que está retornando a Paris para acompanhar pessoalmente o desenrolar da ação terrorista em seu país.

O primeiro-ministro da França, Édouard Philippe, informou que a "situação é séria" e que tudo leva a crer que se trata de um ato terrorista. O ministro do Interior, Gérard Collomb chegou à cidade para acompanhar diretamente a situação.

A Procuradoria de Paris informou que procuradores de combate ao terrorismo estão investigando o incidente, mas não comentou sobre a possível ligação com o Daesh.

Perseguição e sequestro

De acordo com as primeiras informações, um homem "entrou por volta das 11h15 neste supermercado Super Um e tiros foram ouvidos", disse uma fonte próxima ao caso.

Antes de entrar no supermercado, o sequestrador teria perseguido um grupo de quatro policiais que fazia exercícios de corrida nas ruas de Trèbes. Um polícial teria sido ferido com tiro no ombro foi levado para um pronto-socorro e passa bem. O atirador teria fugido e entrado no supermercado.

Uma fonte disse a agência AFP que o homem estaria armado com facas, uma pistola e granadas.

A operação segue em andamento nos arredores do supemercado e a polícia pediu que fosse facilitado "o acesso às forças da ordem", com o intuito de garantir a integridade física de cada refém. O ministro do Interior, Gérard Collomb, está a caminho do local.

*Estagiária do R7 sob supervisão de Cristina Charão

    Access log