Internacional Homem que sofria de asma morre em abordagem policial nos EUA após levar golpe "mata-leão"

Homem que sofria de asma morre em abordagem policial nos EUA após levar golpe "mata-leão"

Vídeo gravado por testemunha mostra vítima implorando para que o policial o deixe respirar

Homem que sofria de asma morre em abordagem policial nos EUA após levar golpe "mata-leão"

Eric Garner, de 43 anos, morreu após levar o "mata-leão"

Eric Garner, de 43 anos, morreu após levar o "mata-leão"

Reprodução/youtube.com

Um vídeo chocante gravado nas ruas de Nova York, nos Estados Unidos, mostra um homem que sofria de asma sendo morto por policiais.

Eric Garner, de 43 anos, recebeu um golpe “mata-leão” de um dos militares e, aparentemente, bateu a cabeça no chão.

Nas imagens, é possível ouvir a vítima implorando para que o policial o deixe respirar. “Eu não consigo respirar”, grita Garner sucessivamente.

Agora, a família dele está exigindo que a polícia de Nova York preste contas sobre o caso, de acordo com informações do jornal New York Daily News.

Rebeldes removeram 38 corpos de avião abatido, diz Ucrânia

Vídeo mostra transporte de míssil

Garner era casado e pai de seis filhos. Ele morreu em decorrência de um ataque cardíaco.

A polícia declarou que ele foi detido por venda ilegal de cigarros e que ele já havia sido preso pelo mesmo crime.

No vídeo, Garner negou as acusações e perguntou a um policial à paisana por que ele estava sendo parado.

"Toda vez que vocês me veem, vocês querem mexer comigo", disse Garner aos policiais.

— Estou cansado disso. Isso acaba hoje.

Os militares, então, ordenam que Garden coloque as mãos atrás da cabeça, mas ele se recusa. É neste momento que um policial dá o golpe em Garden.

Várias testemunhas da morte expressaram raiva diante da ação violenta da polícia.

"Eles pularam nele e o estavam sufocando. Ele estava espumando pela boca", disse o autor do vídeo, Ramsey Orta, de 22 anos.

— [Os policiais diziam] “ele está bem, ele está bem", mas ele não estava.

Outra testemunha disse que Garner "com certeza não estava vendendo cigarros".

A polícia disse que uma investigação sobre a morte está em curso e que a vítima foi imobilizada porque resistiu à prisão.

Voo MH-17 da Malaysia Airlines levava médicos e funcionário da ONU

Relembre alguns dos maiores desastres aéreos da história