Novo Coronavírus

Internacional Homem tenta invadir embaixada da China na Argentina com carro

Homem tenta invadir embaixada da China na Argentina com carro

Movido por teorias da conspiração sobre o coronavírus, argentino de 24 anos jogou automóvel contra porta de entrada da representação chinesa

Homem jogou carro contra porta da embaixada

Homem jogou carro contra porta da embaixada

Reprodução / Twitter @EmergenciasBA

Um homem de 24 anos tentou invadir a embaixada da China em Buenos Aires, na Argentina, na noite desta segunda-feira, tentando atravessar a porta com um carro, e acabou preso. Ele citou teorias da conspiração sobre a China e o surgimento do novo coronavírus para justificar o ataque.

Um processo foi aberto contra ele por intimidação pública, e a equipe de Segurança Diplomática da Polícia Federal ficou a cargo do caso.

O embaixador chinês, Xiaoli Zou, não estava na residência diplomática no momento da tentativa de invasão.

VEJA TAMBÉM: Pandemia de coronavírus gera surto de racismo contra asiáticos

A legação diplomática fica no bairro de Saavedra, no norte da capital. De acordo com o Ministério das Relações Exteriores argentino, 14 pessoas trabalham na sede.

Emissoras de televisão argentinas exibiram parte de um vídeo gravado pelo homem que tentou a invasão, no qual ele diz conhecer "a verdade sobre a Covid".

"Sei que a CIA (agência de inteligência dos Estados Unidos) está por trás da Covid e preciso da ajuda da embaixada chinesa", afirmou o homem na gravação, na qual também disse que é estudante de engenharia.

Últimas