Internacional Hong Kong apreende carga com uma tonelada de escamas de pangolim

Hong Kong apreende carga com uma tonelada de escamas de pangolim

Contêiner, vindo da Indonésia, também levava 13 quilos de vesícula de cobra, que pode ser usado como ingrediente na medicina tradicional chinesa

Hong Kong apreendeu 1 tonelada de escamas de pangolim

Hong Kong apreendeu 1 tonelada de escamas de pangolim

iStock

Autoridades de Hong Kong fizeram a maior apreensão de escamas de pangolim no ano nesta quinta-feira (24).

O animal, que foi creditado como sendo o responsável pelo início da pandemia do novo coronavírus, era consumido na China, mas depois que a doença se espalhou e ainda não se sabe se o animal tem alguma ligação com o vírus, seu consumo foi proibido.

Mesmo assim, o tráfico de pangolins aumentou. Na apreensão em Hong Kong, autoridades encontraram 1 tonelada de escamas de pangolim e 13 quilos de vesículas de cobra secas em um contêiner vindo da Indonésia há duas semanas.

Nos registros, o contêiner disse que estava levando peixe congelado. Na inspeção, autoridades retiraram mais de mil sacos com peixe antes de chegar nos 40 sacos contendo as escamas de pangolim, que poderiam ser usadas como ingrediente na medicina tradicional chinesa, junto com a vesícula de cobra. A carga foi avaliada em R$ 4,4 milhões.

Segundo o jornal chinês South China Morning Post, o destino final da carga seria a China.

Até agora ninguém foi preso, mas o caso está sendo investigado. Na região, importar ou exportar cargas não declaradas pode dar até 2 anos de prisão e uma multa milionária. Caso a carga seja um animal protegido ou em risco de extinção, a sentença pode chegar a 10 anos de prisão.

Últimas