Incêndio em maternidade na Argélia provoca morte de 8 recém-nascidos

Perícia preliminar indica que alguns bebês faleceram por consequência das queimaduras e outros por asfixia; fogo começou na madrugada

Fogo em maternidade argelina começou na madrugada

Fogo em maternidade argelina começou na madrugada

Reprodução / Twitter @radioalgerie_ar - 24.9.2019

Um incêndio ocorrido na madrugada desta terça-feira (24, no horário local) em uma maternidade na cidade de El Oued, localizada no nordeste da Argélia, provocou a morte de oito recém-nascidos, segundo divulgou a Defesa Civil do país.

De acordo com perícia preliminar, os bebês faleceram, em alguns casos, por consequência das queimaduras, e outros por asfixia, devido à fumaça.

Ao todo, 76 pessoas foram resgatadas com vida do local, sendo 37 mulheres, 28 funcionários e 11 recém-nascidos.

Curto-circuito teria provocado incêndio

O incêndio começou por volta de 4h (0h de Brasília), devido um curto-circuito, supostamente, causado por um aparelho anti-mosquitos, segundo disse o ministro da Saúde da Argélia, Mohammed Miraoui.

Ainda não há laudo definitivo que confirme a informação dada pelo representante do governo, que esteve no local e ordenou a abertura de uma investigação urgente sobre a tragédia.