Internacional Índia confirma primeiros casos de cepa britânica da covid-19

Índia confirma primeiros casos de cepa britânica da covid-19

Cerca de 33 mil pessoas desembarcaram no país entre novembro e dezembro vindos do Reino Unido; contatos próximos foram rastreados

Índia encontra casos de nova cepa da covid em viajantes vindos do Reino Unido

Índia encontra casos de nova cepa da covid em viajantes vindos do Reino Unido

Francis Mascarenhas/Reuters - 23.12.2020

As autoridades indianas confirmaram nesta terça-feira (29) os seis primeiros casos da nova cepa britânica do coronavírus na Índia, após terem analisado cerca de 33 mil passageiros que chegaram do Reino Unido entre 25 de novembro e 23 de dezembro, quando os voos foram para o país foram cancelados.

Leia mais: O que se sabe sobre a nova variante do coronavírus que levou a novo lockdown na Inglaterra

“Um total de seis amostras de seis pessoas que retornaram do Reino Unido deram positivo para a nova variante do genoma do Reino Unido”, anunciou o Ministério da Saúde em nota, informando que os casos foram detectados em laboratórios no sul de Bangalore, Hyderabad e Pune.

Entre os 33 mil viajantes que chegaram do Reino Unido entre 25 de novembro e 23 de dezembro, 114 deram positivo para coronavírus e, deles, seis foram detectados com a nova linhagem com alta capacidade de transmissão.

"Essas (seis) pessoas foram mantidas em isolamento em quartos individuais de instalações sanitárias designados pelos respectivos governos estaduais. Seus contatos próximos também foram colocados em quarentena. Um rastreamento completo de contatos de companheiros de viagem, contatos familiares e outros", detalha a declaração.


A nova cepa da doença detectada no Reino Unido forçou a reclusão de milhões de britânicos e levou muitos países a estabelecerem restrições de viagem, já tendo encontrado casos em vários países europeus, como Espanha e França, ou asiáticos como Japão e Cingapura.

Embora a Índia tenha suspendido os voos internacionais desde o final de março, concordou com uma série de transportes aéreos que conectam o país asiático a outros terminais internacionais, incluindo o Reino Unido.

A Índia, segundo país mais afetado no mundo pela doença, com mais de 10,2 milhões de casos, vem experimentando uma desaceleração profunda na disseminação do vírus nos últimos meses, tendo relatado hoje 16.432 infecções, o menor número em seis meses.

As autoridades também relataram 148.153 mortes relacionadas à doença.

De acordo com o Ministério da Saúde da Índia, este país de 1,35 bilhão de habitantes tem apenas 268.581 pacientes com o vírus ativo, com cerca de 96% de recuperações.

Últimas