Internacional Índia contabiliza 138 mortes em decorrência de temporais

Índia contabiliza 138 mortes em decorrência de temporais

Número de vítimas fatais após as fortes chuvas que atingem o país triplicou nas últimas 24 horas

Agência EFE
Equipe de resgate trabalham para localizar vítimas entre a lama e os escombros

Equipe de resgate trabalham para localizar vítimas entre a lama e os escombros

INDRANIL MUKHERJEE / AFP

O estado de Maharashtra, na Índia, que vem sendo assolado por fortes chuvas nos últimos dias, contabiliza 138 mortes, depois que, neste sábado (24), foi informado que o número de vítimas nas últimas 24 horas triplicou.

A informação foi confirmada à imprensa pelo ministro da Auxílio e Reabilitação de Maharashtra, Vijay Wadettiwar.

Nos últimos dias, as chuvas causaram estragos em vários distritos do estado, especialmente as regiões rurais de Raigad e Konkan, que precisaram receber apoio de forças de resgate.

"Devido à tempestade, há danos enormes em Konkan. Nesta situação crítica, todo o governo está trabalhando dia e noite para levar aos cidadãos para um lugar seguro", garantiu Wadettiwar, que estimou em 100 mil o número de pessoas que precisaram ser retiradas da região.

A situação de Raigad, por sua vez, foi classificada como "extremamente grave", pelo líder da oposição na Assembleia Legislativa de Maharashtra, Devendra Fadnavis.

Covid: mortes na Índia podem ser até 10 vezes maiores, diz estudo

Em todo o estado, imóveis foram parcialmente destruídos, enquanto outros ficaram submersos, carros e motos foram levados devido a força das águas.

As equipes de resgate estão utilizando botes para conseguir se deslocar nas regiões inundadas.

Segundo o Departamento de Meteorologia Indiano, as chuvas começarão a perder forma na região a partir deste domingo.

Últimas