Novo Coronavírus

Internacional Índia planeja aplicar mais de 10 milhões de doses por dia

Índia planeja aplicar mais de 10 milhões de doses por dia

País quer triplicar a quantidade diária de imunizantes aplicados na população entre julho e agosto deste ano

Reuters
Cerca de 45 milhões de pessoas já foram imunizadas contra a 
covid-19 na Índia

Cerca de 45 milhões de pessoas já foram imunizadas contra a covid-19 na Índia

Adnan Abidi / Reuters - 4.5.2021

A Índia pode ter até 10 milhões de doses de vacina contra covid-19 disponíveis por dia em julho e agosto, sendo que hoje são pouco menos de 3 milhões, disse o governo nesta terça-feira (1º), tentando apaziguar os temores de escassez e má gestão do programa.

Leia também: Entenda como a segunda onda de covid-19 assolou a Índia

O segundo país mais populoso do mundo sofre desde abril com um surto de infecções desastroso que só começa a recuar agora, e especialistas de saúde dizem que a única forma de evitar outra disparada é a vacinação em massa de sua população, de 1,3 bilhão de habitantes.

"Não duvidamos que conseguiremos aumentar o ritmo das vacinações assim que o suprimento for aumentado", disse o conselheiro governamental V K Paul aos repórteres nesta terça.

Fabricantes de vacinas, como o Instituto Serum da Índia e o Bharat Biotech, estão se apressando para reforçar os suprimentos, e o país também está conversando com grandes produtores estrangeiros de vacinas, como a Pfizer, disseram autoridades.

O Ministério da Saúde disse que quase 45 milhões de pessoas já foram totalmente vacinadas — apenas 4,7% dos 950 milhões de adultos do país. A Índia administrou quase 2,8 milhões de doses na segunda-feira, de acordo com dados de seu portal oficial de vacinas.

O governo do primeiro-ministro, Narendra Modi, é criticado pela distribuição lenta das vacinas, embora a Índia seja uma das maiores fabricantes mundiais de doses, inclusive a da AstraZeneca.

Vários Estados indianos se queixam de uma carência de doses da vacina AstraZeneca e da vacina Covaxin, desenvolvida pela empresa nacional Bharat Biotech.

Últimas