Novo Coronavírus

Internacional Índia tem maior número de mortos por covid-19 em um dia

Índia tem maior número de mortos por covid-19 em um dia

País é o quarto com mais óbitos na pandemia em termos absolutos (216 mil pessoas), atrás apenas de EUA, Brasil e México

  • Internacional | Da EFE

Índia recebe ajuda de outros países para conter vírus

Índia recebe ajuda de outros países para conter vírus

Divyakant Solanki / EFE - EPA - 30.4.2021

A Índia registrou neste domingo (2) um novo recorde no número de mortes diárias por coronavírus, mais de 3.680. No sábado (1º), o país ultrapassou a barreira de 400 mil infecções pela primeira vez em um dia.

Com 3.689 novas mortes por coronavírus, a Índia registrou o maior número até agora no pico desta crise, o que a mantém como o quarto país com mais mortes em termos absolutos, 216 mil, atrás apenas de Estados Unidos, Brasil e México.

Depois de ultrapassar 400 mil casos diários pela primeira vez no sábado, as novas infecções caíram ligeiramente para 392.488, adicionando mais de 19,5 milhões de positivos desde o início da pandemia, de acordo com dados do Ministério da Saúde da Índia.

Com esse recorde histórico, a Índia ainda não vê o fim de uma curva que se acostumou a quebrar recordes, com imagens de crematórios cheios e hospitais lotados.

Nas últimas horas, novas remessas de suprimentos médicos chegaram da Alemanha, Uzbequistão, Estados Unidos e Bélgica, enquanto a Índia tenta enfrentar o pior momento da crise de saúde no país.

Chegaram da União Européia 9.000 antivirais Remdesivir, além de 120 ventiladores, 28 toneladas de equipamentos médicos, geradores de oxigênio para centros médicos, cilindros de oxigênio, concentradores e reguladores, entre outros suprimentos.

O país está operando com 99% de sua capacidade há mais de 10 dias e relatando uma grave crise de oxigênio que atingiu Nova Delhi.

A capital registrou 25.219 novas infecções e 412 mortes nas últimas 24 horas, dados que ontem obrigaram o chefe do Governo de Nova Delhi a estender o confinamento total de seus mais de 20 milhões de habitantes pela terceira semana consecutiva.

Diante dessa situação, a Índia concentra-se em sua ambiciosa campanha de vacinação para toda a população adulta, iniciando no sábado uma nova fase que inclui cidadãos entre 18 e 44 anos, cerca de 500 milhões de novos beneficiários.

No entanto, a falta de doses suficientes relatada por várias regiões fez com que os dados de ontem não mostrassem aumento no número de inoculações diárias, mantendo a média usual de 1,8 milhão de doses nas últimas 24 horas, que elevam o total de janeiro para 157 milhões de vacinas. .

Ontem, mais de 84.500 beneficiários pertenciam ao grupo com idades entre 18 e 44 anos, que receberam a primeira dose de uma das vacinas disponíveis na Índia, a fórmula Covishield da AstraZeneca, fabricada pelo Serum Institute of the India (SII), ou Covaxin , do laboratório indiano Bharat Biotech; Somado a isso ontem foi a chegada da primeira remessa importada do Sputnik V. da Rússia

Até o momento 28,6 milhões de beneficiários receberam as duas doses necessárias para a imunização completa, números ainda distantes da meta inicial de inocular 300 milhões de pessoas para o mês de julho.

Últimas