Novo Coronavírus

Internacional Índia tem menor número de novos casos de covid-19 em 4 meses

Índia tem menor número de novos casos de covid-19 em 4 meses

Segundo país mais atingido pela pandemia do novo coronavírus chegou a 8,84 milhões de casos e passou das 130 mil mortes nesta 2ª feira

  • Internacional | Da EFE

Índia tem o menor número de novos casos desde julho, 30 mil

Índia tem o menor número de novos casos desde julho, 30 mil

Piyal Adhikary / EFE - EPA - 11.11.2020

A Índia registrou nesta segunda-feira (16) mais 30.548 casos de infecção pelo novo coronavírus, a menor quantidade em quatro meses, no dia em que o número de mortos ultrapassou a barreira dos 130 mil. O país é o segundo mais atingido do mundo em número de infecções e o terceiro em óbitos.

A última vez que as autoridades locais identificaram menos de 30 mil positivos foi em 15 de julho deste ano, quando o balanço indicou 29.429 notificações.

De acordo com o Ministério da Saúde do país, o total de casos chegou a 8,8 milhões. O índice diário de contágio, no entanto, está bem abaixo dos 100 mil registrados em setembro.

As vítimas da doença chegaram a 130.070 desde o início da pandemia, com as 435 notificações feitas nas últimas 24 horas.

Ainda de acordo com o Ministério da Saúde, existem atualmente 465.478 casos ativos de infecção. A taxa diária de recuperação é de cerca de 48 mil.

Preocupação com a capital

A situação mais preocupante no território é a de Nova Délhi, que vive uma onda de contágio e que nesta segunda-feira reportou 3.235 novas infecções, a maior quantidade em toda Índia.

A taxa, no entanto, é muito inferior a dos últimos dias, quando a média girava em torno de 7 mil.

As autoridades regionais atribuem o alto índice, em parte, ao aumento dos níveis de poluição em uma das cidades de pior qualidade do ar do mundo, além do início do inverno.

Vários estudos relacionaram a poluição do ar a um aumento no número de casos do novo coronavírus. Pesquisadoras da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, relacionaram a exposição de longo prazo às partículas finas e a mortalidade pelo vírus.

Últimas