Indianos que estavam em Wuhan chegam em Nova Delhi

Os recém-chegados devem passar uma quarentena de 14 dias em dois centros especialmente habilitados em Nova Delhi

O número total de indianos a serem repatriados de Wuhan é de 366

O número total de indianos a serem repatriados de Wuhan é de 366

Amit Dave/Reuters

Um avião da companhia estatal Air India pousou neste sábado (1) em Nova Delhi com 324 passageiros repatriados pelo governo indiano. O voo saiu da cidade chinesa de Wuhan, epicentro do surto de coronavírus, e os permanecerão isolados em quarentena por 14 dias.

"Aliviado por ver que o (voo) Air India 1349 retornou com segurança a Nova Delhi com 324 de nossos compatriotas de Wuhan", disse o embaixador indiano na China, Vikram Misri, por meio de sua conta no Twitter.

"Esperamos fretar outro voo para repatriar os cidadãos indianos restantes que concordaram em deixar a província de Hubei", acrescentou. O número total de indianos a serem repatriados de Wuhan é de 366, segundo o Ministério da Saúde divulgou ontem (31).

A instituição também informou que os recém-chegados devem passar uma quarentena de 14 dias em dois centros especialmente habilitados, um deles pelos Serviços Médicos das Forças Armadas e outro para a Polícia de Fronteira Indo-Tibetana, ambos localizados em Nova Delhi.

O avião com os repatriados aterrissou no Aeroporto Internacional Indira Gandhi, na capital indiana, às 7h30 (hora local), com várias horas de atraso, já que seis passageiros foram forçados a descer do avião antes de decolar ao apresentar "altas temperaturas", disse um passageiro à agência local "ANI".

Para atender aos passageiros, o avião fretado também tinha um grupo de médicos e estava equipado com o necessário para atender qualquer incidente, além de máscaras para todos os passageiros, que eram na sua maioria estudantes, segundo a embaixada da Índia na China.

Na última quinta-feira (30), a Índia confirmou o primeiro caso de coronavírus detectado em seu território, quando um estudante indiano da Universidade de Wuhan deu positivo. Ele estava no estado de Kerala, no sul do país, onde permanece isolado e em tratamento no país em um hospital.