Coronavírus

Internacional Inglaterra vai aceitar entrada de vacinados com CoronaVac

Inglaterra vai aceitar entrada de vacinados com CoronaVac

Até o momento, quem chegava imunizado com a vacina devia fazer uma quarentena de pelo menos dez dias após chegar ao país

  • Internacional | Da Ansa Brasil

Inglaterra vai receber imunizados com CoronaVac a partir de 22 de novembro

Inglaterra vai receber imunizados com CoronaVac a partir de 22 de novembro

Carlos Barría / Reuters - 7.11.2021

A Inglaterra anunciou na segunda-feira (8) que começará a aceitar a entrada de viajantes imunizados com as vacinas contra a Covid-19 aprovadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS), como a CoronaVac. A medida valerá a partir de 22 de novembro.

De acordo com as autoridades locais, os indivíduos 100% vacinados contra o novo coronavírus não precisarão mais passar dez dias de quarentena no país.

Além da Sinovac, que foi produzida em parceria com o Instituto Butatan e recebeu o nome de CoronaVac no Brasil, a Inglaterra aceitará viajantes imunizados com as vacinas da Oxford/AstraZeneca, Pfizer/BioNTech, Moderna, Janssen, Sinopharm Beijing e Covaxin.

Para entrarem no país europeu, as pessoas das nações de fora da lista vermelha da Inglaterra precisarão estar totalmente vacinadas contra a doença 14 dias antes do embarque e deverão apresentar um comprovante da imunização.

O Brasil deixou a lista vermelha da Inglaterra em outubro. Antes desta decisão, a nação não reconhecia as pessoas imunizadas com a CoronaVac, por exemplo, como completamente protegidas contra a doença.

Vale destacar que a medida vai valer apenas para a Inglaterra, já que Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte seguem com o Brasil entre os países da lista vermelha.

O mundo superou ontem (8) a marca de 250 milhões de casos confirmados do novo coronavírus, segundo os dados copilados pela Universidade Johns Hopkins. A notícia chegou no mesmo momento em que a Europa enfrenta uma nova onda da pandemia, com algumas nações retomando as medidas de restrições.

Últimas