Internada, Cristina Kirchner sofre de sigmoidite

Presidente da Argentina apresenta quadro de inflamação do cólon

Médicos disseram que Cristina está com sigmoidite, uma inflamação no cólon

Médicos disseram que Cristina está com sigmoidite, uma inflamação no cólon

AFP

A presidente argentina, Cristina Kirchner, de 61 anos, está sofrendo uma crise de sigmoidite, doença que a fez ser hospitalizada na noite do último domingo (2).

Em um primeiro momento, fontes próximas à mandatária disseram que ela havia dado entrada no Hospital Otamendi, em Buenos Aires, com uma febre infecciosa, provavelmente causada pela ingestão de algum alimento.

No entanto, na noite desta segunda-feira (3), médicos que a atendem disseram que Cristina está com sigmoidite, uma inflamação no cólon.

Sem pátria: 10 milhões vivem sem acesso aos direitos básicos

Vítimas de falhas no sistema, milhões de pessoas pelo mundo não têm cidadania

Suas condições de saúde são estáveis, mas ela continua recebendo medicação à base de antibióticos.

O porta-voz da Casa Rosada, Alfredo Scoccimarro, informou à imprensa que o diagnóstico foi feito pelos médicos Marcelo Ballesteros e Daniel Fernández.

A internação da líder argentina fez a presidente do Chile, Michelle Bachelet, cancelar uma viagem ao país. As duas tinham previsto participar de uma videoconferência com o papa Francisco.

A saúde de Cristina Kirchner tem preocupado parte dos argentinos. No último dia 17 de outubro, a mandatária apresentou um quadro de faringite e precisou ficar de repouso por 48 horas.

Ela teve que cancelar sua ida ao Brasil para assistir à final da Copa do Mundo.

Nos últimos anos, a presidente passou por duas cirurgias. A primeira, em janeiro de 2012, para retirar um tumor nas glândulas tireóide. A segunda, em setembro de 2013, para tratar um hematoma cerebral.