Coronavírus

Internacional Interpol alerta para aumento de ataques virtuais contra hospitais

Interpol alerta para aumento de ataques virtuais contra hospitais

Dados médicos, arquivos e sistemas estão sendo sequestrados em troca de dinheiro. Organização vai ajudar e orientar países a se protegerem

Hospitais estão sofrendo ataques virtuais durante pandemia

Hospitais estão sofrendo ataques virtuais durante pandemia

Benoit Tessier/Reuters – 1º.04.2020

A Interpol emitiu um alerta global à polícia após observar um aumento significativo de ataques virtuais contra estabelecimentos e organizações envolvidos no combate ao novo coronavírus, com dados médicos, arquivos e sistemas sendo sequestrados em troca de dinheiro.

O secretário-geral da Interpol, Jürgen Stock, explicou neste sábado (4) que hospitais e organizações médicas se tornaram alvos de hackers que pretendem "lucrar às custas de pacientes doentes".

"O bloqueio de sistemas fundamentais em hospitais não só atrasará a rápida resposta médica necessária neste momento sem precedentes. Poderá levar diretamente à morte", alertou Stock.

A Interpol, com sede em Lyon, no leste da França, anunciou que está oferecendo assistência técnica aos países para reduzir o impacto e aconselhar sobre como proteger a infraestrutura médica nestas situações.

De acordo com a corporação, a principal fonte de ataques são e-mails de supostas agências governamentais oferecendo conselhos ou informações sobre o novo coronavírus e pedindo para clicar em um link ou com um arquivo infectado.

Stock incentivou hospitais e outras empresas a atualizarem os sistemas com frequência e implementarem medidas de segurança, armazenando arquivos importantes na nuvem ou na memória externa, separados do sistema principal.

"O Grupo de Resposta a Ameaças Cibernéticas está acompanhando as ameaças virtuais relacionadas à Covid-19 e trabalhando com seus parceiros privados no setor de cibersegurança para coletar informações e fornecer suporte às organizações atacadas", explicou.

Últimas