Internacional Investigação aponta 'anomalias' em Boeing que caiu na Indonésia

Investigação aponta 'anomalias' em Boeing que caiu na Indonésia

Acidente aéreo em janeiro deste ano matou as 62 pessoas que estavam a bordo do avião da empresa Sriwijaya Air

  • Internacional | Do R7

Acidente aéreo na Indonésia matou as 62 pessoas que estavam a bordo

Acidente aéreo na Indonésia matou as 62 pessoas que estavam a bordo

Willy Kurniawan/Reuters - 13.01.2021

A investigação sobre o acidente do Boeing da Sriwijaya Air, que caiu em janeiro na Indonésia 62 pessoas a bordo, mostrou "anomalias" no sistema de controle automático da potência do avião, indica um relatório publicado nesta quarta-feira (11).

"Os dois 'autothrottles' (sistema de controle automático da aceleração da aeronave) mostram anomalias", afirmou Nurcahyo Utomo, investigador da agência indonésia para a segurança no transporte.

"A esquerda seguia para trás muito rápido e a direita não se movia. Estava presa", explicou.

O relatório preliminar sobre o acidente que não teve sobreviventes, no entanto, expressa cautela sobre as causas do acidente.

"Mas o que provocou esta anomalia? Não podemos estabelecer nenhuma conclusão no momento", disse Utomo.

O avião estava em operação havia 26 anos e oito meses. Pertenceu à antiga Continental Airlines, dos Estados Unidos, sendo incorporado à frota da United em 2010, após a fusão entre as duas empresas. Em 2012, o equipamento passou para a Sriwijaya Air.

O acidente

No dia 9 de janeiro o Boeing 737-500 da Sriwijaya Air perdeu contato com a torre de controle quando sobrevoava Mar de Java, após decolar de Jacarta, capital da indonéscia, em direção à cidade de Pontianak.

Logo após as primeiras notícias de que o avião teria caído, pescadores encontraram no mar fio e pedaçõs da fuselagem.

A aeronave levava 62 pessoas, sendo 56 passageiros e seis tripulantes. Havia sete crianças e três bebês a bordo.

As caixas pretas foram encontradas por mergulhadores no dia seguinte do acidente.

Últimas