Irã cancela todos seus voos para a China devido ao coronavírus

O porta-voz da Organização de Aviação Civil do Irã disse que foi uma medida preventiva contra a disseminação do vírus

No aeroporto de Irã, pessoas que relatam sintomas são encaminhadas para quarentena

No aeroporto de Irã, pessoas que relatam sintomas são encaminhadas para quarentena

EFE/Str

O Irã cancelou seus voos de ida e volta para a China, como medida preventiva contra a disseminação do coronavírus, disse o porta-voz da Organização de Aviação Civil do Irã, Reza Yafarzadeh.

"Para evitar a disseminação do coronavírus para o país, os voos entre o Irã e China foram temporariamente suspensos", disse Yafarzadeh em comunicado publicado na noite desta sexta-feira (31), no site oficial do órgão.

"Serão tomadas medidas para transportar passageiros iranianos atualmente na China", o porta-voz.

Em relação às empresas que cancelaram seus voos para a China, o secretário da Associação de Companhias Aéreas Iranianas, Masud Asadi Samani, disse que apenas a companhia aérea Mahan tinha voos para a China, segundo a imprensa local.

Asadi explicou que o avião da Mahan estava voando "para quatro cidades: Pequim, Xangai, Guangzhou e Shenzhen, que realizavam 14 voos semanais e foram suspensos por ordem do governo".

Também no Aeroporto Internacional Imam Khomeini, no Irã, um grupo de médicos controla um a um todos os passageiros e recepcionistas que chegam dos países do leste da Ásia ou de países onde já foram relatados casos da doença e, se tiver alguém com esses sintomas, serão transportados para os centros de quarentena, informou o site oficial do aeroporto.

O Ministério da Saúde disse hoje (1) que ainda não foram identificados casos de coronavírus no Irã.

O chefe do departamento de doenças contagiosas do Ministério da Saúde do Irã, Mohammad Mehdi Guya, explicou que na quinta-feira (30) "dois chineses que tinham chegado ao Irã a alguns dias e apresentavam sintomas de febre e gripe foram transportados e deram entrada em um local onde pacientes com suspeita de doença viral são tratados".

Ele acrescentou que "após a análise foi determinado que ambos tinham vírus influenza tipo B", informou o site oficial do Ministério da Saúde.