Internacional Irã supera a marca de 50 mil mortos por covid-19

Irã supera a marca de 50 mil mortos por covid-19

País é o nono com maior número de vítimas da doença, atrás de Estados Unidos, Brasil, Índia, México, Reino Unido, Itália e França

Total de óbitos em decorrência da covid-19 chegou a 50.016

Total de óbitos em decorrência da covid-19 chegou a 50.016

EFE

O Irã superou neste sábado (5) a marca de 50 mil mortes por covid-19, de acordo com boletim divulgado pelo Ministério da Saúde do país, que apontou a notificação de mais 321 óbitos nas últimas 24 horas. Dessa forma, o total de óbitos em decorrência da doença chegou a 50.016.

O país é o nono com maior número de vítimas da covid-19, atrás de Estados Unidos, Brasil, Índia, México, Reino Unido, Itália e França.

A quantidade de casos de infecção pelo novo coronavírus, por sua vez, chegou a 1.028.986, com os 12.151 confirmados ao longo de ontem, indicam as autoridades locais de saúde.

Os números diários indicam uma leve melhora na situação no Irã, na comparação com o mês passado, em que no dia 16 foi batido o recorde diário de mortes, com 486, e no dia 27 o de contágios, com 14.051.

Também em novembro, no dia 21, o governo do país obrigou o fechamento de todos os estabelecimentos comerciais considerados não essenciais nas cidades de alto risco, em decreto que vigorou por duas semanas. Com isso, o número de localidades com a classificação máxima caiu de 160 para 64.

Hoje, mesmo nas cidades consideradas como de alto risco, entre elas, Teerã, foi autorizada a reabertura de shoppings, lanchonetes, corretoras de imóveis, restaurantes, entre outros estabelecimentos considerados como não essenciais.

O deslocamento por carro entre diferentes municípios iranianos, no entanto, segue sendo proibido, de acordo com decreto local. O descumprimento acarreta na aplicação de multa.

Últimas