Novo Coronavírus

Internacional Irlanda suspende temporariamente uso de vacina de Oxford

Irlanda suspende temporariamente uso de vacina de Oxford

Decisão foi tomada após novos casos de trombose em vacinados na Noruega, mas não há ligação entre imunizante e doença

Irlanda suspende uso de vacina de Oxford após casos de trombose

Irlanda suspende uso de vacina de Oxford após casos de trombose

Yves Herman/Reuters

O governo irlandês confirmou nesta segunda-feira (15) que cerca de 30 mil pessoas não serão vacinadas esta semana com a vacina de AstraZeneca, em parceria com a Universidade de Oxford, após suspender temporariamente a sua administração quando foram detectados quatro novos casos de coágulos na Noruega.

O ministro da Saúde, Stephen Donnelly, disse estar confiante de que a Agência Europeia de Medicamentos (EMA) apresentará um "relatório positivo" sobre a vacina de Oxford nesta semana, e espera incluí-la novamente na campanha de imunização.

O dirigente irlandês garantiu ao canal público RTE que os afetados receberão uma “nova chance” para serem vacinados e sublinhou que este atraso não “terá qualquer impacto” no calendário previsto.

A decisão do governo de Dublin, acrescentou, segue a recomendação da Comissão Consultiva de Imunização Nacional (NIAC), que, por sua vez, se baseia em novos dados "fornecidos pela Agência Norueguesa de Medicamentos".

O NIAC observou que as autoridades de saúde norueguesas relataram quatro novos incidentes de coágulos sanguíneos graves em adultos após serem inoculados com a vacina covid-19 da AstraZeneca.

Embora o NIAC tenha especificado que "as ligações entre a vacina covid-19 da AstraZeneca e esses casos" ainda não foram estabelecidas, ele recomendou a suspensão de sua administração "temporariamente" como uma medida de "precaução".

Donnelly explicou hoje que, desde o início da campanha de imunização, já foram administradas mais de 110 mil doses da vacina da AztraZeneca, cerca de 20% do total.

Até a última quinta-feira, as autoridades sanitárias haviam vacinado, com todos os preparos disponíveis, 426.819 pessoas com a primeira dose, enquanto 162.693 receberam a segunda punção na Irlanda, que tem uma população de quase 5 milhões.

Últimas