Internacional Israel acusa Hamas de ter 'premeditado' o conflito

Israel acusa Hamas de ter 'premeditado' o conflito

Declaração foi dada pelo embaixador israelense nos Estados Unidos e na ONU, Gilad Erdan, neste domingo (16)

Bombardeio de Israel em Gaza deixa centenas de cívis feridos e mortos

Bombardeio de Israel em Gaza deixa centenas de cívis feridos e mortos

Anas Baba/AFP - 14.05.2021

O embaixador israelense nos Estados Unidos e na ONU (Organização das Nações Unidas), Gilad Erdan, acusou neste domingo (16) o movimento palestino Hamas de ter "premeditado" uma guerra com Israel e de querer "tomar o poder na Cisjordânia".

"O Hamas optou por acelerar as tensões, usando-as como pretexto, para iniciar esta guerra" com Israel, disse o diplomata em reunião de emergência do Conselho de Segurança da ONU para o Oriente Médio.

Não há "justificativa para o lançamento indiscriminado de foguetes contra a população civil", disse Erdan. Os palestinos "usam escudos humanos", aumentando o número de vítimas civis, acrescentou.

Embaixador de Israel nos EUA e ONU Gilad Erdan

Embaixador de Israel nos EUA e ONU Gilad Erdan

Governo de Israel/Reprodução

O embaixador israelense pediu ao Conselho de Segurança da ONU que condene os ataques com foguetes, enquanto seus 15 membros lutam há uma semana para chegar a um acordo sobre uma declaração conjunta.

Segundo Erdan, que saudou o apoio dado a seu país pelos Estados Unidos, o Estado hebreu "não teve outra opção" a não ser retaliar os ataques palestinos para detê-los.

Últimas