Novo Coronavírus

Internacional Israel autoriza uso de vacina da Moderna contra covid-19

Israel autoriza uso de vacina da Moderna contra covid-19

País pretende vacinar toda a população vulnerável à doença causada pelo novo cornavírus até o fim do mês de janeiro

Ministério da Saúde de Israel autorizou a vacina fabricada pela farmacêutica Moderna

Ministério da Saúde de Israel autorizou a vacina fabricada pela farmacêutica Moderna

Eduardo Munoz/Reuters - 21.12.2020

O Ministério da Saúde de Israel autorizou uma vacina contra covid-19 desenvolvida pela farmacêutica norte-americana Moderna, informaram a empresa e uma autoridade israelense, marcando a terceira autorização regulatória da vacina e a primeira fora da América do Norte.

"O Ministério da Saúde de Israel garantiu 6 milhões de doses e as primeiras entregas devem começar em janeiro", disse a Moderna em um comunicado na segunda-feira (5).

O ministro da Saúde de Israel, Yuli Edelstein, afirmou não ter conhecimento de carregamentos que chegam este mês.

"Para minha tristeza, provavelmente só veremos o embarque da empresa em dois meses", disse Edelstein a repórteres. "Assim que as vacinas chegarem, vamos usá-las com alegria e se a empresa quiser adiantar a chegada ficaremos felizes em receber a notificação."

O diretor-geral do Ministério da Saúde de Israel, Hezi Levy, confirmou o acordo de importação. Entrevistado pela rádio 103 FM, ele se recusou a dar detalhes sobre o tamanho do carregamento e disse que a data da chegada está em discussão.
 

A Moderna recebeu autorização para sua vacina contra covid-19 nos Estados Unidos e no Canadá, e autorizações adicionais estão em análise na União Europeia, Cingapura, Suíça e Reino Unido.

Israel começou a vacinar sua população em um dos ritmos mais rápidos do mundo, e visa atingir todos os cidadãos vulneráveis até o final de janeiro. As autoridades iniciaram a vacinação em 19 de dezembro usando a vacina desenvolvida por Pfizer e BioNTech.

Últimas