Internacional Israel tem recorde de casos graves de Covid, mas contágios diminuem

Israel tem recorde de casos graves de Covid, mas contágios diminuem

Segundo autoridades de saúde do país, pela primeira vez desde o surgimento da Ômicron taxa de transmissão fica abaixo de 1%

  • Internacional | Do R7, com EFE

Israel reduz exigência de comprovante de vacinação

Israel reduz exigência de comprovante de vacinação

Amir Cohen/Reuters - 24.2.2021

Mais de 1.200 pessoas estão hospitalizadas em estado grave por Covid-19 em Israel. O número é o mais alto desde o início da pandemia. Por outro lado, a taxa de infecções vem baixando progressivamente.

Segundo autoridades da área de saúde do país, a última semana contabilizou 400 mil novos casos e a taxa de infecção do vírus caiu para 0,88, o que significa que cada 100 contaminados pelo novo coronavírus transmitem a doença a outras 88 pessoas.

A taxa caiu a menos de 1% pela primeira vez desde o surgimento da variante Ômicron no país.

Desde o fim de novembro de 2021, com o avanço da Ômicron, mais de 2 milhões de israelenses foram contaminados e aproximadamente 900 pessoas morreram, cerca de um óbito a cada 2.000 casos, cifra mais baixa que a das cepas anteriores. 

Na última sexta-feira (4), o governo aprovou a flexibilização da exigência do passe verde. A partir de segunda-feira (7) os  israelenses não precisarão mais do documento para entrar em academias, cinemas ou hotéis.

Atualmente, o passe verde é válido para todos aqueles que se recuperaram da Covid-19 ou que receberam duas doses de vacina nos últimos quatro meses e para aqueles que foram inoculados com uma terceira ou quarta injeção.

Últimas